PCP defende rede regional de micro-reservas ambientais

Paula Abreu

Na segunda proposta de decreto legislativo em discussão hoje, no parlamento madeirense, o PCP defende a criação de uma rede regional de micro-reservas ambientais.

Ricardo Lume defendeu o projeto, falando de espécies que não estão nas áreas protegidas, mas são endémicas e vivem em pequenos "núcleos".

Lembrando que a Madeira tem a maior reserva marítima do Atlântico Norte, o comunista reforçou que a Região não pode esquecer de proteger espécies importantes.

Depois do social-democrata Rui Marques afirmar que o diploma do PCP é vago mas, ao mesmo tempo, elogiar a persistência do deputado comunista, com a apresentação novamente do diploma, Sílvia Silva, do PS, afrmou que o diploma seria chumbado. Isto porque, a iniciativa parlamentar "não cumpre os requisitos do PSD, de colocar a Madeira como melhor do mundo".