Albuquerque volta ao Dia da Cidade

Por David Spranger

O presidente do Governo Regional vai discursar este ano nas comemorações do Dia da Cidade do Funchal. A última vez que participou nessa cerimónia foi em 2013, quando era ainda presidente da Câmara. Também vai falar Pedro Calado, o presidente da Assembleia Municipal, José Luís Nunes, e representantes de todos os grupos partidários

Com uma reportagem bastante alargada nesta edição, o Rali Vinho Madeira terminou, com uma tragédia. Alexandre Camacho venceu uma das edições mais competitivas de sempre, que, contudo, ficou ensombrada pela morte de uma jovem de apenas oito anos, vítima um violento atropelamento, em plena prova na zona da Encumeada, não resistindo aos graves ferimentos e vindo a falecer no hospital.

A Madeira mantém uma boa execução dos fundos comunitários, no Programa Operacional 14-20. Rogério Gouveia, o secretário regional das Finanças assegura, ao JM. que a taxa de execução atinge os 80%, garantindo ser a região que apresenta melhor taxa de execução no todo do país.

Na polémica em relação a suspeitas que recaem sobre o Conservatório, Carlos Gonçalves rejeita críticas e assegura ao JM que o professor suspeito de atos menos dignos foi suspenso no dia imediato a ter tido conhecimento da denúncia.

No Monte está quase tudo a postos para o regresso do arraial nos moldes antigos, que é como quem diz, anteriores a 2017, ano da fatídica queda da árvore e, depois, os condicionalismos impostos pela pandemia.

Nota ainda na edição de hoje para uma iniciativa pioneira de Sara Mota, que irá desenvolver um programa extracurricular, direcionado para crianças entre os 5 e 12 anos. Trabalhar a inteligência emocional é o propósito deste programa.

E porque este é o primeiro fim de semana do mês, o habitual suplemento de domingo é o ‘comes e bebes’, dedicado à restauração.