Exposição online celebra a história e autonomia da Região

Redação

A Câmara Municipal do Funchal e a Associação Movimento Madeira Autonomia lançaram um repertório fotográfico online sobre sobre a cidade e a Região desde o ano de 1800 até aos nossos dias.

Esta amnhã, na apresentação do projeto Miguel Silva Gouveia começou por dizer que o seu Executivo "não tem poupado esforços no sentido de contribuir para todos os projetos culturais que aportem valor à nossa cidade", salientando que "este foi um projeto que imediatamente identificamos o valor intrínseco cultural, que traz à nossa identidade atual toda uma bagagem histórica daqueles que passaram pela Região, que trouxeram muito do Mundo à Madeira, mas que também levaram a Madeira ao mundo".

Inicialmente previsto para ser uma exposição fotográfica presencial, este projeto, por causa da pandemia, acabou por se tornar online e o resultado pode ser agora visto através do link https://madeiraphotostory.pt.

Mesmo assim, e apesar das adversidades que se colocaram no caminho, “com uma grande capacidade de adaptação e com criatividade, conseguimos transformar este trabalho numa exposição online, mantendo todo o seu valor disponível à população madeirense, a todos aqueles que nos visitam, e aos demais interessados", ressalvou o autarca.

Lembrando que a autonomia "é mais do que sentidos de alma, é uma forma de estar, uma forma de ser do madeirense", Miguel Silva Guvela disse que "nós somos intrinsecamente autonomistas praticantes muito por força das circunstâncias a que fomos obrigados".

"O espírito autonómico vem de longe, mas, acima de tudo, não podemos deixá-lo esboroar em dialéticas politicas que o utilizam como armas de arremesso. A autonomia deve ser praticada, devemos utilizar os instrumentos autonómicos e colocá-los ao serviço das nossas populações", salientou, frisando que, “do ponto de vista da nossa candidatura a Capital Europeia da Cultura, este projeto vem qualificar a oferta cultural da cidade, registando e oferecendo uma visão histórica daquilo que já vivemos, e que nos deixa também alguma confiança de que iremos conseguir ultrapassar as adversidades que o Mundo reserva ao Funchal e à Madeira. Temos esse legado histórico e com certeza iremos projetá-lo para o futuro", concluiu o presidente.