MADEIRA Meteorologia

IL recorda que "a Madeira já quase faliu por quatro vezes" só "para não esquecer"

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
19 Junho 2023
15:09

A Iniciativa Liberal Madeira recordou hoje que "a Madeira já quase faliu por quatro vezes" desde meados dos anos 80 do século passado. "Gostamos de falar nisto de vez em quando. Para não esquecer", confessa este partido para justificar a razão de recordar estes factos através de um comunicado de imprensa enviado às redações.

"Em 26 de Fevereiro de 1986, entrou em vigor o ‘Programa de Reequilíbrio Financeiro da Região Autónoma da Madeira’. Era primeiro-ministro Anibal Cavaco Silva. Foi autorizado um empréstimo para a região de 394 milhões de euros (em valores atuais, 22 milhões de contos em valores da época). Coisa pouca", começa por recordar a nota assinada por Nuno Morna, da Coordenação da referida força política.

"Não demorou muito para que a dívida regional estourasse outra vez", uma vez que, recorda Nuno Morna, "a 22 de Setembro de 1989, voltamos ao mesmo, com um novo ‘Programa de Recuperação Financeira da Região Autónoma da Madeira’".

O dirigente lembrou ainda que "os protagonistas eram os mesmos, Cavaco Silva em Lisboa e Alberto João na Madeira", um programa que "durou até 31 de Dezembro de 1997" e que "era ainda mais rigoroso que o anterior".

Contudo, "em 1998 saiu a sorte grande ao Governo Regional do PSD: perdão pelo Governo da República de 110 milhões de contos à Madeira, 75% da dívida directa total", sendo que era "Primeiro Ministro António Guterres".

Segundo o coordenador da IL, "a valores atuais estamos a falar de um perdão de quase 824 milhões de euros, a preços de hoje, cerca de 25% do Orçamento Regional de 2023. AJJ era o Presidente do Governo Regional."

"A cereja no topo do bolo é a dívida escondida de ‘Programa de Ajustamento Económico e Financeiro da Região Autónoma da Madeira», de 27/01/2012, que pretende regular uma dívida de mais de 6 mil milhões de euros. Os vilões são os de sempre: Alberto João Jardim e o PSD Madeira", prossegue a nota de imprensa.

"É o que temos, uma Autonomia Socialista da Grande Laranja, sempre de mão estendida para Lisboa de quem reclama dinheiro, mais dinheiro e ainda mais dinheiro. Trabalhar para criar riqueza e desenvolvimento dá muito trabalho. Ou seja, a Madeira já quase faliu por quatro vezes. Isso não aconteceu por intervenção do Governo da República. Numa das vezes foi um ‘parceiro’ socialista do PSD, o PS de Guterres, que perdoou uma dívida brutal à época".

Para a IL "não é difícil concluir que dinheiro e estes senhores na mesma frase, são um verdadeiro perigo".

Redação

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar a Taça de Portugal?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas