MADEIRA Meteorologia

Chega quer obrigar beneficiários de subsídios ou RSI a aceitarem trabalho

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
17 Maio 2022
17:26

O Chega defendeu hoje em comunicado a necessidade de "regras que prevejam que quem recebe subsídios de desemprego ou RSI, podendo trabalhar, têm que aceitar trabalho ou serviço comunitário, desde que tenham qualificações para o efeito, de modo a compensar aquilo que usufruem pago pelo Estado".

Segundo o partido, liderado a nível nacional por André Ventura, deste modo, haveria uma salvaguarda e incentivo, aos pequenos e médios empresários, investidores e trabalhadores, e evitar-se-ia "prejudicar ou desincentivar todos aqueles que trabalham e se esforçam para ter uma vida digna melhor".

"O vencimento e a função a desempenhar têm que ser proporcionais ao empenho, habilitações e produtividade do trabalhador, nas empresas e no Estado, acabando com a actual política laboral desequilibrada, que penaliza e desincentiva quem mais se esforça e trabalha, não se vislumbrando qualquer tipo de solução a adoptar, tanto pelo Governo da República, como pelo GR da Madeira", considera o Chega no comunicado intitulado 'O desemprego, o trabalho, o mérito e o incentivo'.

Referindo a questão da sazonalidade, muito comum em destinos turísticos, como a Madeira, ao nível da hotelaria e similares, o Chega entende que este fenómeno também implica uma política de contratação de trabalhadores de forma selectiva.

"Não podemos continuar a ser o país onde quem se sacrifica a trabalhar, sustenta injustamente quem nada faz, por opção própria, encostado ao sistema. É ver esplanadas e cafés cheios de gente que recebe o RSI e nada produz, mas recebem o fruto de quem se sacrifica a trabalhar", conclui.

Iolanda Chaves

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas