MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

14/02/2022 08:00

Pela primeira vez, em 2019, o PSD perdeu a maioria absoluta nas eleições para a Assembleia Legislativa da Madeira e o PS igualou o PSD, em número de deputados à Assembleia da República.

Nas Autárquicas, apesar de consolidarmos Machico, Ponta de Sol e Porto Moniz, tivemos um revés no Funchal, perante uma coligação PSD/CDS que somou e que tinha como cabeça de lista a figura mais forte do PSD, mas, ainda assim, mantivemos o eleitorado no Funchal e crescemos no resto da Região.

Perante este resultado, menos satisfatório, Paulo Cafôfo entendeu deixar a presidência do PS, mas fê-lo gerindo o partido da melhor maneira possível, de modo a o entregar ao seu sucessor, com os mesmos objetivos reais de consolidação de verdadeira alternativa já em 2023.

Com o Presidente demissionário, quanto todos anunciavam o fim do PS-Madeira, o certo é que com o empenho de uma grande equipa, e com bons candidatos, o PS conseguiu novamente, nas recentes eleições à Assembleia da República, igualar o PSD em número de deputados. Baixámos pouco mais de 1% dos votos, mas, para quem anunciavam um funeral, o que tivemos agora não passou de uma pequena gripe, ainda para mais quando a renomeada coligação de direita deu um trambolhão bem grande, diminuindo, de forma significativa, a diferença entre ela e PS.

Agora, concluídas as eleições externas, é tempo de olhar para dentro e preparar o futuro com uma nova liderança.

O Sérgio Gonçalves apresenta-se, desta forma, como candidato a Presidente do PS-Madeira e conta com um vasto leque de ilustres apoiantes, não só de militantes, mas também com o apoio declarado de diversas personalidades da nossa sociedade.

Irá receber um partido bem preparado para enfrentar o difícil ano de 2023, onde novamente seremos chamados a escolher entre manter o regime em vigor, bafiento e onde apenas têm oportunidades os amigos que se curvam perante a Rua dos Netos, ou um outro caminho, arejado, onde todos terão igualdade de oportunidades.

Pela Madeira, com Competência e Compromisso, é o que podemos esperar do Sérgio Gonçalves. Uma pessoa que, nas várias áreas onde trabalhou, sempre mostrou competência e seriedade. Mais recentemente, no exercício de funções políticas como deputado na ALRAM, tem demonstrado uma capacidade política invulgar, sempre focado em defender o melhor para os madeirenses e portossantenses.

Além das suas capacidades de trabalho, o seu humanismo difere-o de tantas e tantas pessoas, carismático, e sempre disponível para enfrentar o mais difícil dos problemas, faz com que seja a minha escolha, que me faça acreditar que sim, que é possível vencer 2023. Estará ao nosso alcance conseguir aquilo que os nossos pais e tantas e tantos madeirenses e portosantenses muito lutaram e sonharam, mudar o regime.

O PS é um partido de poder, capaz, conta com pessoas dedicadas e competentes, conta com um eleitorado atento e perspicaz e tem muito para dar a esta região. Estou certo que muitos outros se juntarão e que conseguiremos executar um programa de governo verdadeiramente social e democrático.

Por fim, deixo um agradecimento muito especial ao meu amigo Paulo Cafôfo. Abdicaste de tantas coisas pelo PS, mas acima de tudo pela nossa cidade e pela nossa região. Estou certo que a Madeira e o Porto Santo ainda contarão com muito do teu empenho, da tua competência, da tua dedicação e amor pela nossa terra.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Qual o seu grau de satisfação com a liberdade que o 25 de Abril trouxe para os madeirenses?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas