MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Deputado

9/12/2023 07:40

Perdidos e achados arrumam a casa! Cá vamos, desgovernados por um socialismo que nos diminui coletivamente há oito anos consecutivos e há vinte e um interruptos, desde 1995. De então até hoje, a marca comum dos líderes socialistas que asfixiam o nosso país é a de estagnação, corrupção e demissão. Demissão quando o aparelho que os sustenta cai de podre!

E nos últimos 30 dias mais caricata tem sido a nossa triste sina. Assistimos ao socialismo “a arrumar a casa”, como desejou o Sr. Presidente da República, anunciando que decretaria a demissão do Governo... mas não ainda. Daqui por um mês, talvez! E durante um mês fomos governados por socialistas candidatos a governantes demissionários, com plenos poderes de um Executivo de maioria absoluta. Fantástico! Para eles, melhor era difícil! Foram projetos de decretos-lei aprovados em catadupa. Recebemos na ALRAM pedidos de parecer à tarde para responder no outro dia de manhã! Valeu tudo, para iludir a democracia e “arrumar a casa”, em nome de um Orçamento de Estado aprovado. O instrumento perfeito para o socialismo arrumar a casa, baralhar e voltar a dar de novo!

Findos estes ludibriantes 30 dias, seguem-se outros 45 de uma AR em funções, nas mãos de socialistas maioritários, sedentos por renovar uma maioria. Nem que seja relativa, pois sabem que será suficiente! Suficiente porque a extrema-esquerda, aquela que caucionou o estado a que chegamos hoje e afirma que é preciso libertar o país da pobreza e da corrupção, estará disponível para viabilizar mais anos de socialismo com foco no salário mínimo e nos temas disruptivos para dar um ar de desenvolvidos!

Em suma, até 10 de março serão mais de 120 dias desta tragicomédia encenada em nome de um regime que dificilmente terá reforma possível. E já nos habituamos a não querer reformas. Resignamo-nos ao deixar andar e quem vier atrás que feche a porta. Em breve o salário mínimo ultrapassará os €820, alguns milhares de técnicos superiores terão um acréscimo salarial, as pensões serão aumentadas e o IUC ficará como estava. O discurso das contas certas será bandeira de um líder socialista eleito responsável pelo estado de pobreza e corrupção a que chegou o país. Provavelmente o mesmo que em funções executivas despachou por whatsapp uma indeminização de meio milhão de euros a uma administradora da TAP que depois foi Secretária de Estado do... Tesouro. Que tesouro! A mesma TAP que esse governante ajudou a engolir mais de 3 mil milhões de euros públicos, tornando-a na low cost mais cara do país, para agora voltar a ser privatizada. O mesmo que decidiu nas costas do Primeiro-Ministro onde seria a localização do aeroporto que não é construído há 50 anos.

E neste caos socialista-maquiavélico deambula um Presidente da República que não se lembrava de ter recebido um mail do seu filho. O mesmo filho que se reuniu com o Secretário de Estado da Saúde, num Ministério que todos os dias priva de saúde os portugueses. O mail foi achado! O Presidente perdido prova do veneno fermentado pelos socialistas que deu cobertura durante anos e a quem concedeu 120 dias extra de compensação para... arrumarem a casa, arrumarem a sua casa!

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O que se segue à demissão de Miguel Albuquerque?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas