MADEIRA Meteorologia

Joana Marques Vidal: Ministra da Justiça lamenta morte e destaca “magistrada notável”

Data de publicação
09 Julho 2024
16:58

A ministra da Justiça lamentou hoje a morte da antiga Procuradora-Geral da República (PGR) Joana Marques Vidal, manifestando “profundo respeito” pela perda daquela “magistrada notável”.

“É com profundo respeito que o Ministério da Justiça lamenta a morte de Joana Marques Vidal, magistrada notável e antiga Procuradora-Geral da República”, escreve a ministra da Justiça, Rita Alarcão Júdice em comunicado.

A Ministra da Justiça afirma “juntar-se aos que vão sentir a sua falta e aos que lhe prestam tributo pelo seu caráter, retidão e dedicação à Justiça”.

“Joana Marques Vidal será sempre merecedora da nossa homenagem, admiração e gratidão, partilhamos com a sua família a dor e a saudade”, refere o comunicado do Ministério da Justiça.

A ex-procuradora-geral da República Joana Marques Vidal morreu hoje, aos 68 anos, no Hospital de São João, no Porto, depois de ter estado várias semanas internada em coma.

A informação foi confirmada à Lusa por fonte próxima da família, depois de ter sido avançada pelo jornal online Observador.

Joana Marques Vidal foi a primeira mulher a liderar a Procuradoria-Geral da República, entre 2012 e 2018, sendo sucedida no cargo por Lucília Gago.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas