MADEIRA Meteorologia

Eleições: Montenegro quer recuperar deputado em Beja e dedica vinho “Amnésia” a Pedro Nuno

Data de publicação
26 Fevereiro 2024
17:22

O líder da AD manifestou hoje a ambição de recuperar o deputado perdido em Beja em 2015 e, numa visita a uma herdade agrícola, até dedicou um vinho ao secretário-geral do PS, chamado “Amnésia”.

Luís Montenegro começou o segundo dia oficial de campanha com uma arruada ao início da tarde pelo centro de Beja, que estava praticamente deserto, e quase só dentro de lojas e cafés conseguiu contactar com algumas pessoas.

No final da iniciativa que demorou cerca de meia hora, subiu a um banco de jardim, à semelhança do que tinha feito no domingo em Mirandela, e deixou um apelo contra o voto no protesto, embora dizendo compreender as suas razões.

“Neste tempo que falta – e falta muito pouco – não deixem nenhum contacto por fazer, vamos explicar que só há um voto que pode mudar Portugal, que é o voto na AD”, disse.

Montenegro admitiu que “o voto de protesto tem algum sentido para quem está frustrado, às vezes indignado com a falta de resposta que o Governo deu aos problemas do distrito e do concelho de Beja”, mas defendeu que este não resolve os problemas das pessoas.

“Não se cansem até ao ultimo segundo de dizer isto a toda a gente na rua”, apelou.

Do centro de Beja, a comitiva da AD seguiu para a Herdade da Figueirinha, que produz vinho e azeite, e ao lado do cabeça de lista e líder da distrital Gonçalo Valente, aproveitou para fazer um brinde.

“Um brinde à agricultura portuguesa, à recuperação de um deputado da AD no distrito de Beja e, dentro do brinde à agricultura, a garantia que vamos fazer deste um setor estratégico do nosso Governo e do nosso pais, é o nosso compromisso”, assegurou.

O brinde foi feito com o vinho “Nã te Rales” – “muito bom”, elogiou Montenegro – e o produtor recordou já ter servido ao ex-líder do CDS-PP Paulo Portas um outro chamado “Amnésia”.

“Esse vinho era uma dedicatória ao Pedro Nuno Santos. Ele é que não sabia na altura, agora já sabemos todos”, atalhou Montenegro, em tom bem-disposto.

No final, em declarações aos jornalistas, o presidente do PSD disse ter saído da visita “ainda mais convicto que a agricultura portuguesa tem futuro e tem todas as condições para ser prioritária e estratégica no país”.

Montenegro exemplificou que a herdade que hoje visitou está a aproveitar o bagaço da azeitona para poder ter compostagem para fertilizar os campos.

“Denota que a agricultura portuguesa tem sensibilidade para o ambiente e tem sensibilidade para os novos desafios e as novas tecnologias”, salientou.

Nas duas últimas eleições legislativas, o PS elegeu dois deputados por Beja e a CDU um. Em 2015, quando concorreu coligado com o CDS-PP, os sociais-democratas conseguiram eleger um parlamentar.

De Beja, a comitiva da AD segue para Faro onde terá a presença do ex-líder do PSD Pedro Passos Coelho no comício, anunciada à tarde aos jornalistas por Luís Montenegro.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas