MADEIRA Meteorologia

Alemanha alerta para semelhanças entre acontecimentos na Moldávia e na Ucrânia

Data de publicação
29 Fevereiro 2024
21:23

A ministra dos Negócios Estrangeiros alemã defendeu hoje que os recentes acontecimentos na Moldávia apresentam semelhanças com o que aconteceu na Ucrânia durante a fase inicial do conflito, quando Moscovo anexou a península da Crimeia.

“Falsos referendos, falsos procedimentos para desestabilizar outro país são uma violação do direito internacional”, disse a ministra Annalena Baerbock, afirmando que a diplomacia alemã está ciente, há anos, da desestabilização da Moldávia por terceiros.

O parlamento da região separatista moldava, que é pró-russa, aprovou esta semana uma resolução em que se dirige ao Conselho da Federação e à Duma russa “com o pedido de que implementem medidas para proteger a Transnístria face à crescente pressão da Moldávia”.

Hoje Baerbock estabeleceu paralelos e recordou o que aconteceu há uma década, quando, juntamente com a anexação da Crimeia, o presidente russo Vladimir Putin instrumentalizou as minorias do leste da Ucrânia, a região conhecida como Donbas, para lançar as bases para a invasão em grande escala que começou em fevereiro de 2022.

A Rússia recorreu a vários referendos ilegais para anexar não só a Crimeia em 2014, mas também as regiões de Donetsk, Lugansk, Kherson e Zaporiyia em setembro de 2022. A comunidade internacional não reconheceu os resultados destas votações.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas