MADEIRA Meteorologia

FC Porto SAD contratualiza exploração comercial do Dragão com Ithaka por 25 anos

Data de publicação
18 Abril 2024
20:03

A SAD do FC Porto celebrou um contrato de investimento e parassocial com a Ithaka Infra III para elevar a utilização e rentabilidade económica do Estádio do Dragão, no Porto, anunciaram hoje os vice-campeões nacionais de futebol.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os ‘dragões’ detalharam o acordo de 25 anos com aquela sociedade localizada em Madrid, Espanha, que aportará “experiência em investimentos em desporto e infraestruturas na Europa”, tendo como consultor financeiro e estratégico exclusivo a Key Capital Partners.

“A Ithaka terá direito ao longo dos próximos 25 anos a 30% dos direitos económicos de uma nova sociedade (a incorporar no Grupo FC Porto), que se dedicará a incrementar o potencial comercial do Estádio do Dragão”, sublinhou o FC Porto, focando no ‘corporate hospitality’, na sponsorização, na bilhética, nos direitos de designação e nas visitas ao recinto, no museu do clube ou na organização de eventos não desportivos e concertos.

Visando embolsar “outras receitas presentes ou futuras” ligadas ao Estádio do Dragão, a administração liderada por Pinto da Costa vinca o “potencial transformador” da parceria.

“A Ithaka investirá 65 milhões de euros (ME) no FC Porto, dos quais cerca de 30 ME vão ser integralmente reinvestidos no Estádio do Dragão durante os primeiros anos, sendo o remanescente destinado a aumentar a competitividade do FC Porto. Após o decurso do prazo de 25 anos, o clube recupera 100% dos direitos económicos do estádio”, explicou.

O FC Porto vai manter o controlo e a gestão sobre as operações do Estádio do Dragão, bem como a propriedade total do mesmo ao longo da parceria, que conta com o “apoio operacional” da companhia norte-americana Legends, junto da qual os ‘azuis e brancos’ tinham celebrado um acordo para a exploração daquele recinto em novembro de 2023.

“Essa aliança estratégica deverá aumentar significativamente as receitas do Estádio do Dragão, sendo que a experiência única da Ithaka, da Key Capital Partners e da Legends em recintos desportivos, em conjunto com os investimentos que serão efetuados para melhorar o estádio, vão possibilitar ao FC Porto oferecer novas experiências”, afiançou.

O acordo foi anunciado a nove dias das eleições do FC Porto rumo ao quadriénio 2024-2028, numa altura em que Pinto da Costa está a cumprir o 15.º mandato seguido, desde 1982, detendo o estatuto de dirigente com mais títulos e longevidade do futebol mundial.

“Espera-se que a parceria estratégica tenha início no princípio da próxima época, ficando sujeita ao cumprimento de condições ‘standard’ de mercado, sobretudo a finalização pela Ithaka de um financiamento de longo prazo relativo ao seu investimento, bem como na constituição da nova sociedade do Grupo FC Porto na qual a Ithaka investirá”, finalizou.

As eleições dos órgãos sociais do FC Porto para o quadriénio 2024-2028 são disputadas por três candidaturas, encabeçadas pelo atual presidente ‘azul e branco’, Pinto da Costa (lista A), André Villas-Boas (B), antigo treinador do clube, e Nuno Lobo (C), empresário e professor, incluindo ainda uma lista independente ao Conselho Superior comandada por Miguel Brás da Cunha (D).

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas