Solidariedade levou 121 milhões em quatro anos

Iolanda Chaves

A Madeira aplica uma média de 30 milhões por ano em Instituições Particulares de Solidariedade Social. As contas foram ontem apresentadas no Congresso Mais Social, em Câmara de Lobos. Micaela de Freitas, presidente do Instituto, admitiu rever o modelo de financimento. Esta é a manchete do JM deste domingo.

Em destaque, na primeira página, a distinção de Miguel Albuquerque, em Maracay, com o mais alto galardão da Casa Portuguesa. Em Barquisimeto, o presidente do Governo Regional anunciou que a cidade terá um conselheiro para a diáspora.

Hoje, assinala-se o Dia da Alimentação, em entrevista à 88.8 JMFM, o nutricionista Bruno Sousa fala da importância de uma alimentação saudável, com alimentos naturais e locais.

Em tempo de guerra e de inflação, impõe-se refletir sobre a economia. A delegação regional da Ordem dos Economistas vai abordar, numa conferência, os desafios que se impõem às empresas familiares. Paulo Pereira faz uma projeção em conversa com o JM.

No Funchal, a vice-presidente da autarquia, Cristina Pedra, revela que o Balcão do Investidor regista mais atendimentos.

Nesta edição, o JM Domingo é sobre Motores. Não perca as novidades do setor.