Madeira é pioneira na criação da carreira de médico dentista

O Grupo Parlamentar do PSD reuniu com o bastonário e com o representante da Madeira da Ordem dos Médicos Dentistas, tendo constatado a satisfação desta classe profissional pelo passo significativo que a Região está a dar no reconhecimento e dignificação de uma carreira própria no âmbito do serviço regional de saúde.

O diploma regional, que "Estabelece a carreira de Médico Dentista no SESARAM", foi aprovado ontem em votação final global, na Assembleia Legislativa da Madeira e, conforme sublinhou a deputada Rubina Leal tem um carácter "pioneiro" e "inovador" no contexto nacional.

Além disso, realçou, vem também colmatar um vazio legal existente que não permitia a diferenciação destes profissionais, que têm vindo a exercer funções há largos anos no serviço regional de saúde.

"Esta é a melhor resposta que nós podemos dar à saúde oral e aos profissionais que muito têm contribuído na prestação de cuidados de saúde oral", afirmou a deputada, lembrando que uma boa saúde oral é um dos fatores de um bom desenvolvimento físico e psicológico.

Rubina Leal recordou que a Madeira tem em curso programas exemplares, como o 'Madeira a Sorrir', que mesmo em altura de pandemia chegou a 15 mil alunos, todos eles integrados numa Estratégia Regional de Saúde Oral. É também a única região do país que tem um médico em urgência hospitalar durante 24 horas. ~

"Todo este trabalho é desenvolvido por estes profissionais no hospital e nos centros de saúde, cuja carreira no setor público é devidamente enquadrada com este diploma", sublinhou a deputada, acrescentando que esta medida "simboliza a credibilização da profissão".