MADEIRA Meteorologia

Equipas do POCIR detetaram 95 incêndios desde o dia 1 de junho

Paula Abreu

Jornalista

Data de publicação
10 Julho 2024
13:13

Desde que entrou em vigor, a 1 de junho, o Plano Operacional de Combate a Incêndios Rurais já detetou 95 ocorrências na Região. Dessas, 77 foram queimadas não autorizadas e uma autorizada. Houve ainda 13 incêndios em mato, um incêndio agrícola e três incêndios florestais. No ano passado, foram 368 queimadas não autorizadas

Os dados foram divulgados esta manhã por Valter Ferreira, chefe de divisão de operações, na apresentação pública do balanço do primeiro mês de vigência do POCIR (no período entre 1 de julho e 8 de julho).

O helicóptero foi acionado para duas missões, uma na Ribeira Brava e outra em São Vicente.

Nas ocorrências já referidas, foram acionadas 668 equipas e 2.116 operacionais (total ao nível de turnos) e percorridos 39.502 quilómetros.

Após a divulgação dos dados, o presidente do Governo Regional insistiu que é necessário acabar com as queimadas não autorizadas, que são “irresponsáveis” e podem colocar em risco vidas e bens.

Adiantando que uma das ocorrências deste ano foi de fogo posto, o presidente do Governo Regional sublinhou que o Serviço Regional de Proteção Civil tem meios de fiscalização diurna e noturna, nomeadamente drones em fiscalização, que tem capacidade de detetar ações criminosas.

Miguel Albuquerque teceu elogios às equipas do POCIR, lembrando que a implementação do plano representou um investimento de 950 mil euros, para além, dos 2,7 milhões investidos no meio aéreo.

Recorde-se que o POCIR estará em vigor até 30 de novembro deste ano, com 250 bombeiros nas serras.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vence o Campeonato Europeu de Futebol?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas