MADEIRA Meteorologia

Eduardo Jesus acredita que recordes batidos na pandemia se podem tornar o patamar normal de atividade

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
21 Maio 2022
11:59

Eduardo Jesus, secretário regional de Turismo e Cultura, reiterou, hoje, a possibilidade de a Madeira fazer com que os recordes batidos durante a pandemia se tornem a realidade diária do setor.

"Não queremos que a reação que foi possível ter em relação à pandemia e os resultados obtidos sejam um pico na nossa história. Queremos que este momento seja uma viragem num paradigma e, para isso, dividimos a responsabilidade com aqueles que trabalham neste setor e que têm esta missão de vender o destino", afirmou o governante, na sessão de abertura do Summit 4 Travel 2022, que decorre no Hotel Saccharum Resort & Spa, na Calheta.

"Queremos manter os níveis que conseguimos o ano passado, pese embora o constrangimento pandémico. Não queremos que sejam apenas recordes. Queremos que esse seja o nosso patamar normal de atividade", vincou ainda, avançando que há uma oportunidade efetiva para que tal aconteça, dado que, hoje, a Madeira tem mais 33% de lugares de acesso aéreo ao arquipélago do que em 2019.

De facto, conforme apontou o responsável, a Região continua a depender essencialmente das ligações aéreas, já que num ano normal chegam à ilha através do aeroporto cerca de 1,6 milhões de visitantes, aos quais se aditam outros 600 mil que viajam a bordo dos navios cruzeiros.

Nesta ocasião, Eduardo Jesus mais destacou o crescimento do turismo nacional na RAM, já que, hoje, este representa cerca 26% no turismo.

"No ano passado fechámos o ano com mais de 333 mil pessoas vindas de Portugal continental para passar férias na Madeira. Foi um número recorde. Se imaginarmos que a Madeira tem apenas 254 mil pessoas a viver permanentemente, Portugal continental duplicou esta presença através do turismo. Isto foi possível porque houve um entendimento com os agentes de viagens. A pandemia também trouxe esta oportunidade para a recuperação", apontou o tutelar da pasta do Turismo, que observou ainda que o sucesso da estratégia adotada durante o período pandémico se deveu à aposta numa "proximidade diferente" com os agentes e pessoas, numa comunicação diferente da Madeira e na "venda justa e honesta" do destino.

Recorde-se que o evento ‘Summit 4 Travel 2022’, que decorre na Madeira até este domingo, é a reunião anual promovida pela Go4Travel, o maior grupo de viagens e turismo do país. Nesta iniciativa, que conta com o apoio da Associação de Promoção da Madeira, são esperados cerca de 200 delegados.

A Go4travel é constituída por 44 acionistas de reconhecidas e experientes agências de viagens no mercado nacional e conta com 100 balcões de venda, distribuídos por todo o território nacional, incluindo Açores e Madeira, e com uma equipa de 714 profissionais qualificados.

Edna Baptista

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar a Taça de Portugal?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas