MADEIRA Meteorologia

BE defende que política europeia para a Madeira deve salvaguardar as populações mais vulneráveis

Data de publicação
01 Junho 2024
14:31

Mónica Pestana, da lista do BE ao Parlamento Europeu, numa iniciativa realizada no Mercado dos Lavradores, no Funchal, realçou o facto de a Madeira ser uma região com características “especiais” e “vantajosas” para União Europeia e defendeu que a política europeia para o arquipélago deve procurar salvaguardar as populações mais vulneráveis.

“A posição geoestratégica desta Região acrescenta muito ao território marítimo europeu e também às potencialidades para o estudo e investigação, sobre o clima, o espaço, as energias renováveis, a biodiversidade e a biotecnologia que são peças fundamentais para o futuro da Europa”, aponta a candidata.

O BE considera que o afastamento, a insularidade, a reduzida dimensão e a topografia são “constrangimentos ao desenvolvimento económico, social e territorial” e, por isso, lembra, foi criado o estatuto de Região Ultraperiférica para combater essas assimetrias.

“A política europeia para o arquipélago da Madeira deve procurar salvaguardar as populações mais vulneráveis à pobreza, à exclusão social, à discriminação e desigualdade, através de uma melhor educação e também emprego. Deve proteger os interesses das populações, no que toca às necessidades de mobilidade e transporte. Deve também promover uma sociedade e uma economia baseada no estudo do mar, no combate à crise climática e sustentabilidade”, rematou.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar o Europeu?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas