MADEIRA Meteorologia

Albuquerque defende Patrícia Dantas: "Ela não teve culpa nenhuma"

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
20 Maio 2022
12:43

Miguel Albuquerque saiu hoje em defesa da deputada Patrícia Dantas, que vai responder no megaprocesso AIMinho (Associação Industrial do Minho) pelo crime de fraude na obtenção de subsídio.

Patrícia Dantas é arguida neste processo que tem 120 acusados e envolve uma fraude de quase 10 milhões de euros.

Um dia depois da Comissão de Transparência ter aprovado o levantamento da imunidade parlamentar da deputada a fim de ser julgada, o presidente do PSD-Madeira e chefe do Governo Regional saiu em defesa da inocência da militante social-democrata.

Miguel Albuquerque relevou que a deputada pediu o levantamento da imunidade parlamentar, uma decisão que foi conhecida depois de se saber que o Tribunal Judicial da Comarca de Braga ia solicitar o mesmo à Assembleia da República, e garantiu que Patrícia Dantas "continua" em funções.

"Ela não tem qualquer dolo neste processo, ou seja, é uma situação em que ela foi apanhada sem ter culpa nenhuma - toda a gente já percebeu", considerou Albuquerque.

Portanto, concluiu, Patrícia Dantas "não tem medo - e bem - de se submeter à Justiça [para] o processo dela ser apreciado".

"O que não se pode é viver com esta suspeição permanente", rematou.

Leia mais sobre este tema na edição de amanhã do JM.

Alberto Pita

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas