MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Economista

15/12/2022 08:00

Na sessão de apresentação do referido estudo a ACIF-CCIM defende um aprimoramento do regime fiscal do Centro Internacional de Negócios da Madeira, que a Região seja um laboratório vivo de experiências nas áreas tecnológicas e que a Madeira tenha capacidade para atrair "um conjunto de pessoas com competências nestas áreas (tecnológicas) e aqui elas trabalharem e desenvolverem essas tecnologias". Ora, até aqui nada de novo.

Aliás o estudo não acrescenta absolutamente nada de novo que já não tenha sido publicado no Internet Archive entre Março e Abril de 2021: https://archive.org/details/policy-paper-repensar-o-centro-internacional-de-negocios-da-madeira_202103 e https://archive.org/details/expatriados-captar-e-reter, depois resumidos em Abril de 2022, e publicados no Internet Archive desde essa data em https://archive.org/details/sistema-fiscal-regional-madeira.

Na verdade, as propostas anunciadas pela ACIF-CCIM através dos órgãos de comunicação social madeirense vão de encontro ao que o autor das propostas disponíveis no Internet Archive defende desde 2021.

Assim, coloco a pergunta que mais importa ver respondida: quem irá implementar tais medidas que são sugeridas desde 2021? Com que Autonomia Político-Administrativa? Com que capacidade jurisdicional?

Enquanto o PS e PSD nacional discutem um projecto de revisão constitucional que em nada serve os superiores interesses sócio-económicos da Região Autónoma da Madeira, por cá a ALRAM nada diz sobre tais projectos, onde anda a Comissão Eventual para o Aprofundamento da Autonomia e da Reforma do Sistema Político que existe desde de 2019?

Enquanto a ACIF-CCIM promove verdades já conhecidas de todos e os políticos regionais se afundam nas palavras ocas e na falta de influência e ação em Lisboa, a economia regional vai definhando no sempre volátil setor económico indutor de baixos salários (metade dos Madeirenses não paga IRS!) e baixas qualificações: o Turismo.

Mais ação e menos palavras; mais lobby e coordenação de esforços, menos feiras de vaidades e projectos de estimação. Caso contrário a economia da Madeira será só para alguns sujeita ao envelhecimento demográfico e à fuga de cérebros. Será que dá mais jeito a certos intervenientes voltar a um "feudalismo" por via de uma "neo-colonia" assente no Turismo?

"Dois tipos de homens geralmente são mais bem sucedidos na vida política; homens sem princípios, mas de grande talento; e homens sem talento, mas de um princípio - o da obediência aos seus superiores." - Wendell Williams (1811-1884), Advogado.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas