MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Professor

19/06/2024 08:00

Uma das marcas mais características das comunidades portuguesas espalhadas pelos quatro cantos do mundo é a sua dimensão empreendedora e benemérita como corroboram as trajetórias de diversos compatriotas que criam empresas de sucesso, e desempenham funções de relevo a nível cultural, social, económico e político.

Nos vários exemplos de empreendedores portugueses da diáspora, cada vez mais reconhecidos como uma mais-valia estratégica na promoção internacional do país, destaca-se o percurso inspirador e de sucesso de Duarte Fernandes, conhecido empresário da comunidade portuguesa na ilha de Jersey. Um território britânico, localizado entre a costa da França setentrional e na costa sul da Inglaterra, que conjuntamente com Guernsey, forma as Ilhas do Canal. E onde, segundo dados estatísticos, vivem e trabalham cerca de 9 mil cidadãos portugueses, maioritariamente madeirenses, 8% do total da população da ilha de Jersey, mas cuja presença efetiva poderá rondar mesmo o dobro da população de origem lusa.

Natural do Faial, freguesia do município de Santana, localizada no nordeste da ilha da Madeira, Duarte Fernandes emigrou em 1995, com 20 anos de idade, para Jersey em demanda de melhores condições de vida, na esteira de muitos conterrâneos afetados pela falta de oportunidades profissionais na pérola do Atlântico nos anos 90.

A chegada a Jersey, a maior das Ilhas do Canal, num período de incremento da emigração lusa para o território britânico, marca o início de um percurso de vida de um verdadeiro “self-made man”. O esforço e a resiliência, valores coligidos no seio familiar, Duarte Fernandes é o mais velho e o primeiro de seis irmãos a emigrar, forjaram uma ética de carácter e de trabalho que impeliram desde cedo o jovem emigrante madeirense a trabalhar como porteiro da noite num estabelecimento hoteleiro, e simultaneamente a estudar e a aperfeiçoar a língua inglesa.

A precariedade laboral no ramo hoteleiro, levaria um ano depois o emigrante madeirense a trabalhar numa empresa de limpezas. Uma experiência profissional que funcionou como antecâmara para o dealbar de uma carreira profissional fulgurante nesta área, porquanto em 1996 criou a Sonnic Cleaning, uma empresa que assente num crescimento com qualidade, chegou em 2003 à ilha de Guernsey, e é hoje a maior empresa de prestação de serviços em limpezas e manutenção em Jersey, empregando cerca de 200 funcionários, entre os quais 150 portugueses, na sua maioria madeirenses.

O relevante trabalho e ação empreendedora de Duarte Fernandes, que nunca olvida as raízes e apoio aos seus patrícios, concorreram para que no ano passado, o então Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafôfo, no decurso de uma visita oficial às ilhas de Jersey e Guernsey, tenha agraciado o emigrante e empresário “em reconhecimento do carácter empreendedor que o notabilizou entre a comunidade portuguesa residente em Jersey”.

Nesse mesmo ano, a Associação Comercial e Industrial do Funchal – Câmara de Comércio e Indústria da Madeira (ACIF-CCIM), no âmbito do Dia do Empresário, distinguiu também o empresário da diáspora com o “Prémio Carreira”. Sendo que já no início de 2024, a Câmara de Santana, entregou ao ilustre filho da terra um voto de louvor, aprovado pela Assembleia Municipal de Santana, no qual expressa toda a gratidão e orgulho no empresário, natural da freguesia do Faial.

O voto de louvor foi entregue pouco tempo depois da eleição do emigrante e empresário madeirense como conselheiro para as Comunidades Portugueses no Reino Unido, na primeira vez que Jersey elegeu um conselheiro. Contexto que levou a edilidade santanense a destacar que como “conselheiro terá agora a oportunidade de ser uma voz mais próxima das instituições que tutelam os interesses dos nossos emigrantes”.

Uma das figuras mais conhecidas da comunidade portuguesa em Jersey, o exemplo de vida do empreendedor e benemérito Duarte Fernandes, cuja empresa de referência na prestação de serviços de limpeza, manutenção e gestão de condomínios já se estabeleceu na Pérola do Atlântico, patrocinando inclusive a equipa sénior de futebol masculino do clube madeirense Santacruzense, lembra-nos a visão do reputado empresário norte-americano Michael Dell: “Os empreendedores reais têm o que eu chamo de três Ps (e, acreditem-me, nenhum deles significa permissão). Os empreendedores reais têm uma paixão por aquilo que estão a fazer, um problema que precisa de ser resolvido, e um propósito que os impulsiona para a frente”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas