MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

Economista

24/03/2022 08:00

Passada a reunião da sucursal do "clube de amigos" do Largo do Rato, no passado fim-de-semana, constata-se que "vira o disco e toca o mesmo". Mas não se pode esperar outra coisa do PS-Madeira!

É, no entanto, "engraçado" de se ver que Sérgio Gonçalves comunga, aparentemente, do mesmo espírito de defesa do Centro Internacional de Negócios da Madeira (CINM) que Miguel Albuquerque. Pena é que o mesmo não refere na sua moção que se "inspirou" nas sugestões lançadas por Jaime Esteves (Partner da PwC) a 12 de Julho 2017, na conferência "O Papel da Zona Franca da Madeira na Internacionalização da Economia Portuguesa", e desde aí defendidas pelo atual líder do PSD-Madeira.

Resta saber se a moção de Sérgio Gonçalves (a qual nada concretiza em que moldes o CINM se pode tornar ainda mais competitivo em termos internacionais), é para cumprir ou é para não passar do papel como aconteceu com o mesmo tema na moção de Paulo Cafôfo. De promessas socialistas vazias sobre o CINM já andam mais de 3000 trabalhadores (in)diretos, FARTOS!


Calado(s)

Como se não bastasse a ambiguidade do PS-Madeira face ao CINM, o mesmo continua a política de silêncio quanto à defesa do mesmo (andam a contar com os ovos [subsídios] dentro da galinha [orçamento de estado]?).

Veja-se o silêncio ensurdecedor quanto à "propaganda ideológica e mentira contra a Madeira na RTP, pela voz da face do socialismo televisivo, a inenarrável [Filomena] Cautela", do qual o especialista em assuntos europeus, Dr. Tiago Freitas, deu alerta. Ou ainda o silêncio do PS-Madeira quando o Governo da República, liderado por António Costa, voltou a perdoar a dívida de uma ex-colónia no decorrer deste ano. Faço a mesma pergunta que o Dr. Alberto João Jardim fez em Setembro de 2011: "desde o 25 de abril, qual foi o montante que [Portugal] perdoou de dívida aos países africanos, que hoje são independentes…?".

Quanto à opinião do atual líder do PS-Madeira sobre a dívida histórica do estado central à RAM, cientificamente documentada? ZERO!

O silêncio quanto aos assuntos acima identificados só pode ter uma explicação aparente: o PS-Madeira, seja qual for a liderança que elege, continua subserviente à política económica colonial-centralista que o Largo do Rato quer impor às Regiões Autónomas.

Essa subserviência foi também patente na campanha eleitoral que fizeram aquando das últimas legislativas, urdindo junto do eleitorado que o PSD-Madeira iria cortar subsídios que, em última análise, são competências do Governo da República (recorde-se que a Segurança Social está regionalizada meramente do ponto de vista administrativo)!

"Se não se conhece a história, pensa-se a curto prazo. Se se conhece a história, pensa-se a médio e longo prazo". - Lee Kuan Yew, Pai-Fundador e Primeiro-Ministro de Singapura entre 1959 a 1990.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas