Associação Portuguesa das Pessoas com Necessidades defende priorização de pessoas com deficiência na vacinação contra a covid-19

A Associação Portuguesa das Pessoas com Necessidades Especiais - Associação Sem Limites em parceria com a Associação Portuguesa de Deficientes da Madeira, considerou hoje que as pessoas com deficiência deveriam integrar os grupos prioritários do plano de vacinação contra a covid-19.

Numa nota enviada à redação, estas associações sublinharam que as pessoas com deficiência “são vulneráveis” e correm “riscos acrescidos devido à falta de mobilidade e colocação da máscara e utilização de álcool gel”.

“Portanto, achamos que deveriam ser incluídos como prioritários para receber a vacina, independentemente da idade e deficiência. Será também uma mais-valia para os técnicos que os apoiam e acompanham, pois terão mais segurança na prestação de cuidados e auxilio”, concluem.