MADEIRA Meteorologia

CDU apresenta propostas concretas em alternativa à compra de votos

Data de publicação
29 Abril 2024
20:02

A CDU promoveu nesta tarde uma sessão pública para a apresentação do seu ‘Manifesto Eleitoral / 2024’ com propostas concretas para o desenvolvimento e a Justiça Social.

Numa nota enviada à redação, é referido que ato de apresentação dos compromissos da CDU relacionados com as próximas eleições legislativas regionais de 26 de maio, Edgar Silva disse que “a CDU apresenta um projeto alternativo para o desenvolvimento. Nós temos propostas concretas, ao contrário daqueles, como os governantes do PSD e do CDS, que usam os meios públicos para comprar votos”.

Como afirmou Edgar Silva, “não é pelo facto de o atual Governo Regional PSD/CDS, com o apoio do PAN, ser um governo de gestão que se torna mais contido no recurso aos meios públicos para o aliciamento eleitoralista e para a compra de votos. Ainda agora tivemos conhecimento, como aqui se demonstra, do Secretário da Saúde a convidar todos os Assistentes Operacionais e Técnicos Auxiliares de Saúde , para um convívio/cocktail na Quinta Magnólia, no próximo dia 3 de maio. Ora, usar os dinheiros públicos e usurpar lugares públicos, apropriar-se de meios, de bens e equipamentos públicos para, a poucos dias da campanha eleitoral, fazer campanha é intolerável!”.

Disse ainda Edgar Silva que, “sem prejuízo de formalizarmos queixa junto da Comissão Nacional de Eleições por este crime eleitoral, por esta corrupção eleitoral, importa dizer que nem toda a gente partilha desta lógica corruptível e corrupta”.

Para a CDU, “o que importa é apresentar propostas concretas para que se cumpra Abril nesta Região Autónoma, para que a Autonomia se coloque ao serviço dos trabalhadores e do povo”.

Na sua intervenção disse ainda Edgar Silva: “Passados que estão 50 anos da Revolução de Abril, na Região Autónoma da Madeira estão por realizar os ‘três D’ que marcaram o programa político dos Capitães de Abril: Desenvolver, Democratizar, Descolonizar. Na Região Autónoma da Madeira falta completar Abril. A CDU, que se apresenta como a ‘força de Abril’, aponta como grandes eixos da necessária alternativa política para esta Região o Desenvolver, Democratizar e Descolonizar. Para a CDU é prioritário o “Desenvolver”, através de medidas de combate aos enormes abismos sociais e territoriais que caracterizam esta terra. É urgente dar resposta ao objetivo de “Democratizar”, com medidas concretas para alterar as profundas injustiças sociais, de modo a que a democracia económica não continue a ser uma miragem. É imperioso “Descolonizar”, através de projetos que libertem do que resta do jugo colonial, que libertem do muito que está enraizado de poderio dos senhores do mando nestas ilhas”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas