ORAM2022 prevê despesa de 2,125 milhões de euros

Edna Baptista

A proposta de Orçamento da Região Autónoma da Madeira para 2022, que está a ser apresentada esta manhã pelo secretário regional das Finanças, Rogério Gouveia, no Salão Nobre do Governo Regional, prevê uma despesa global de 2.125 milhões de euros.

De acordo com o secretário regional, este é um orçamento que parte de um cenário otimista e que visa consolidar e até incrementar a recuperação económica que tem sido feita.

As áreas da saúde, da economia e o apoio social continuarão a ser as prioridades deste orçamento, que, nas palavras de Rogério Gouveia, quer também maximizar e potenciar os apoios financeiros vindos do exterior, tais como o REACT e o PRR.

Recorde-se que o documento, bem como o Plano e Programa de Investimentos e Despesas de Desenvolvimento da Administração da Região Autónoma da Madeira (PIDDAR), foram entregues, esta segunda-feira, pelos secretários regionais das Finanças e da Economia ao presidente da Assembleia Legislativa da Madeira.

A discussão da proposta no parlamento madeirense, que terá a duração de 22 horas, está agendado para os dias 13 e 16 de dezembro, sendo que já o ORAM 2021 deverá ser aprovado pela maioria parlamentar, como já fizeram saber o PSD e o CDS nas Jornadas Parlamentares realizadas em conjunto.

De apontar que este é o primeiro orçamento apresentado por Rogério Gouveia desde que assumiu a pasta das Finanças no executivo madeirense.

Para a saúde e educação estão previstos 747 milhões de euros.