MADEIRA Meteorologia

Academia do Bacalhau de Caracas também lamenta ausências no Congresso Mundial em Punta Cana

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
16 Outubro 2023
16:55

A Academia do Bacalhau de Caracas, que organizou o 50.º Congresso Mundial das Academias em Punta Cana, subscreve a posição assumida pelo Compadre-Presidente do Academia Mãe - Joanesburgo, Rogério Nascimento, que expressou ontem ao JM o seu desapontamento relativamente à ausência de muitos compadres no evento magno realizado entre 12 e 15 de outubro na República Dominicana.

"Nós não quisemos fazer este congresso em Caracas por ser uma cidade insegura. Posso dizer que Caracas, hoje, oferece melhores condições de segurança que Lisboa. O problema, há um ano atrás, eram as ligações aéreas, com apenas duas ou três companhias a disponibilizar voos diretos, pelo que era preciso viajar com escalas em outros países", começou por lembrar o Compadre-presidente da Academia de Caracas, José Luís Ferreira.

O responsável sublinhou depois que foi no decurso do 49.º Congresso Mundial, que decorreu no ano passado nos Açores, "que a maioria dos congressistas disseram que Caracas era insegura".

"Não fomos nós", assegurou, observando que depois a opção de Punta Cana, que não colocava problemas ao nível das ligações aéreas, foi aceite pela grande maioria das academias.

"Exigimos respeito pela Venezuela. Tem cidades inseguras, é certo, mas também muitos outros países têm esses problemas", recordou, lamentando que depois que muitas das pessoas que "concordaram com a ideia não tivessem depois comparecido ou se feito representar em Punta Cana".

O número de congressistas que viajaram até à República Dominicana rondou a centena, quando podia ter sido quatro vezes mais. Mas Luís Gonçalves, Compadre-presidente da Academia do Bacalhau de Paris, "quem não cá esteve não fez falta nenhuma".

"Parabéns, Caracas. Parabéns ao seu presidente José Luís Ferreira e ao seu carismático ‘carrasco’ Antonino de Ponte, pelos exemplos de simplicidade e humildade. Há algumas academias espalhadas no mundo que deviam se inspirar com estes compadres, que são amigos dos amigos e boas pessoas. Espero reviver outros congressos com este espírito de humildade e autenticidade", acrescentou, saudando a forma como decorreu o congresso apesar das muitas faltas de comparência.

Raul Caires

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
11/04/2024 08:00

A finitude da vida é um tema que nos confronta com a essência da nossa existência, levando-nos a refletir sobre o significado e o propósito da nossa passagem...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas