MADEIRA Meteorologia

Telma Encarnação convocada para duelos com Irlanda do Norte

Data de publicação
20 Maio 2024
15:21

A madeirense Telma Encarnação, avançada do Marítimo, está entre as 25 convocadas pelo selecionador feminino de futebol, Francisco Neto, para os dois jogos com a Irlanda do Norte, na fase de qualificação para o Euro2025.

Já a madeirense Fátima Pinto, centro-campista do Sporting, habitualmente convocada para os compromissos da Seleção Nacional feminina não consta na convocatória, até porque esteve a contas com uma lesão nesta reta final de temporada.

Lista de 25 convocadas:

- Guarda-redes: Inês Pereira (Servette FC/Sui), Patrícia Morais (Sporting de Braga), Sierra Cota-Yarde (Universidade de Arkansas/EUA).

- Defesas: Alícia Correia (Sporting), Ana Borges (Sporting), Ana Seiça (Benfica), Carole Costa (Benfica), Catarina Amado (Benfica), Diana Gomes (Sevilha/Esp), Joana Marchão (Servette FC/Sui) e Lúcia Alves (Benfica)

- Médios: Ana Rute (Sporting de Braga), Andreia Norton (Benfica), Andreia Jacinto (Real Sociedad/Esp), Andreia Faria (Benfica), Beatriz Cameirão (Damaiense), Dolores Silva (Sporting de Braga), Joana Martins (Sporting) e Kika Nazareth (Benfica).

- Avançadas: Ana Dias (Portland Thorns, EUA), Carolina Mendes (Sporting de Braga), Diana Silva (Sporting), Jéssica Silva (Benfica), Stephanie Ribeiro (Pumas UNAM, México) e Telma Encarnação (Marítimo).

Na convocatória, hoje divulgada na Cidade do Futebol, o treinador apostou em 25 jogadoras, com destaque para a estreia absoluta de Stephanie Ribeiro (Pumas UNAM, México) e ainda para a possível primeira internacionalização AA para Beatriz Cameirão (Damaiense), que regressou aos convocados.

“A Beatriz já esteve connosco num estágio nos EUA, em que jogamos contra os EUA e a Nigéria e teve bom percurso na formação e nos sub-23. A Stephanie é uma jogadora que joga no campeonato mexicano, com uma dimensão e um profissionalismo muito grandes”, justificou Francisco Neto, em relação a estas duas novidades.

No leque de escolhas também algumas ausências, face às indisponibilidades de Tatiana Pinto (Brighton, Inglaterra), Ana Capeta e Fátima Pinto (Sporting) e Nádia Gomes (Chicago Red Stars, EUA), a contas com problemas físicos.

“Algumas das jogadoras referidas é mesmo por questão de lesão, não estão aptas. São lesões que vão demorar o seu tempo de reabilitação, por isso não estando aptas não fez sentido estarem”, explicou Francisco Neto relativamente à situação de algumas das jogadoras habitualmente convocadas que não poderão dar o seu contributo.

A seleção feminina de futebol defronta a Irlanda do Norte no próximo dia 31, uma sexta-feira, pelas 20:45, em Leiria, voltando a encontrar a mesma seleção em solo norte-irlandês, em Lurgan, em 04 de junho, com início às 19:00.

O objetivo passará por cimentar a posição de liderança no Grupo 3 da Liga B de qualificação para o Campeonato da Europa de 2025, na qual atualmente conta duas vitórias nas duas partidas já realizadas.

“Temos de olhar jogo a jogo, como se costuma dizer no lado dos treinadores, porque sabemos que não podemos dar nada por garantido. Sabemos que no outro lado há uma equipa muito competitiva e tem de ser um Portugal ao mais alto nível, com o mesmo espírito, capacidade e atitude que temos tido, seja num jogo particular, de campeonato do mundo ou da qualificação”, garantiu.

Apesar de Portugal liderar de forma isolada a fase de apuramento para o Euro2025, Francisco Neto ainda encontra margem para melhorar o rendimento da equipa e pretende constatar esse crescimento nas duas partidas que se seguem.

“Nos jogos com Malta tivemos algumas dificuldades técnicas. A fluidez do nosso jogo não foi tão boa como gostaríamos, muito fruto do que foi, principalmente em alguns momentos, a nossa incapacidade no passe e na receção, que não saíram com a fluidez que gostávamos,” assinalou Francisco Neto.

A equipa nacional ainda não sofreu golos no seu grupo de qualificação e o selecionador prometeu ainda tudo fazer para que assim continue.

“Queremos conquistar os três pontos, isso é sempre o mais importante em cada jogo, mas é claro que para nós é um momento de que não se fala tanto, fala-se muito dos golos marcados mas para nós é um fator importante”, admitiu.

Para chegar à fase final, marcada para a Suíça, entre 02 e 27 de julho de 2025, Portugal necessitará de ficar num dos três primeiros lugares do seu grupo e terá de ultrapassar, ainda, as duas eliminatórias dos play-offs, a primeira marcada para 27 e 29 de outubro e a segunda em 27 de novembro e 03 de dezembro. Os primeiros classificados asseguram a promoção à Liga A.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas