MADEIRA Meteorologia

'Saccharum Sessions' regressam a 30 de abril com Joana Espadinha

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
03 Abril 2022
0:00

Cantautora lisboeta regressa à Madeira a 30 de abril para a sétima edição do evento com selo Savoy Signature, na qual irá apresentar o seu mais recente disco, ‘Ninguém nos vai tirar o sol’.

As Saccharum Sessions estão de volta este mês para a sua sétima edição, que trará à Madeira a cantautora Joana Espadinha para um jantar-concerto "temperado com boa disposição e muita animação" a ter lugar na Sala Melaço do Saccharum, no próximo dia 30 de abril.

Joana Espadinha, que em julho de 2019 apresentou no Funchal o álbum ‘O material tem sempre razão’, vai agora à Calheta para dar a conhecer, num evento com selo Savoy Signature, o seu sucessor, ‘Ninguém nos vai tirar o sol’, lançado em setembro de 2021. ‘Mau Feitio’ e ‘Astronauta’ são os singles que saíram do último trabalho discográfico de Joana Espadinha, um dos nomes mais sonantes do atual panorama musical português, voz das canções ‘Leva-me a Dançar’ e ‘Pensa Bem’.

Este jantar-concerto "descontraído e contagiante" a ter lugar num sítio privilegiado da zona oeste tem início marcado para as 20h30 e tem um preço de 59 euros por pessoa. O bilhete inclui um menu de cinco pratos confecionados sob a batuta do chef Raúl Ferreira, harmonizados por uma seleção de vinhos da Savoy Signature.

Para os que pretendem prolongar o momento que marca o regresso da iniciativa que, conforme realça a Savoy Signature, "já é uma marca na ilha", o Saccharum criou ainda pacotes de jantar concerto com estadia de uma ou duas noites, a partir de 290 euros, para usufruir entre 29 de abril e 1 de maio, sendo que reservas ou informações adicionais podem ser obtidas através dos contactos 291820800 e sessions@savoysiganture.com.



Um híbrido entre o jazz e o pop

O nome da cantautora com fortes ligações ao jazz, género predominante no seu primeiro álbum ‘Avesso’, foi alavancado entre o público com a sua participação no Festival da Canção em 2018, enquanto intérprete de ‘Zero a Zero’, canção assinada por Benjamim. Nesse mesmo ano, afirmava-se no universo da música pop portuguesa com ‘O material tem sempre razão’, roupagem que transportou, também, para ‘Ninguém nos vai tirar o sol’.

Neste último álbum de originais, que a editora Valentim de Carvalho destaca como "um trabalho de afirmação na constelação ‘pop’ nacional", está patente o amadurecimento e paixão num olhar profundo, perspicaz, inteligente e otimista sobre a vida, impactada pela maternidade e pela pandemia. Em 2022, Joana Espadinha decidiu regressar ao Festival da Canção enquanto compositora de ‘Ginger Ale’, interpretada por Diana Castro, que conquistou um segundo lugar em ‘ex aequo’ com as canções ‘Amanhã’, dos Quatro e Meia, e ‘Como é bom esperar alguém’, de FF.

Parte integrante das bandas Cassete Pirata e Happy Mess, a voz que passou pelo Hot Clube de Portugal destaca-se também por assinar canções escritas para intérpretes como Carminho, Cláudia Pascoal, Luís Trigacheiro ou Sara Correia.

Catarina Gouveia

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas