MADEIRA Meteorologia

Julgamento pautado pelo improviso arranca gargalhadas a multidão

Data de publicação
04 Fevereiro 2024
17:19

É na conhecida Praça da Cidade, em Santana, que se centram as atenções neste momento. Pautado pelo humor, o tradicional Julgamento/Sentença dos compadres, que culmina com a condenação e queima dos mesmos, dispensa apresentações.

O compadre José segue o guião, mas há muito improviso à mistura. Este ano, e à semelhança de edições anteriores, a situação política regional não escapou à sátira na tradicional Festa dos Compadres.

Desde o desemprego, às falhas informáticas do SESARAM, passando pelas cunhas e figuras políticas que marcam a atualidade, foram variados os temas que arrancaram gargalhadas.

Acusados de delitos cometidos em 2023, nomeadamente ‘bilhardices’, os réus foram julgados perante uma multidão.

Esta é já uma tradição com mais de 50 anos, que consiste num ritual efusivo que alegra milhares de pessoas que visitam o concelho só para assistir a este momento. E foi isso mesmo que a equipa de reportagem do JM comprovou.

José Manuel veio do Funchal com a sua família precisamente para acompanhar o momento que agora reúne milhares de pessoas.

“Adoro isto e quando não posso ver aqui, vejo na televisão”, garantiu.

Entre gargalhadas e trocas de olhares, milhares de pessoas vão assistindo, com entusiasmo, ao momento, sem muito espaço de manobra, dada a grande enchente no local.

  • Milhares de pessoas acompanharam este momento emblemático.

No vídeo mostramos uma das passagens deste julgamento:

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O que se segue à demissão de Miguel Albuquerque?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas