Derrocada fecha estrada entre as Cruzinhas e o Faial (com fotos)

Miguel Silva

Pedras, terra e árvores caíram esta madrugada sobre a estrada que liga o sítio das Cruzinhas ao Lombo de Cima, parte alta da freguesia do Faial.

A derrocada, de dimensões significativas, levou mesmo ao encerramento de estrada ao longo de toda a manhã. Sabe o Jornal que a Secretaria de Equipamentos e Instraestruturas já iniciou trabalhos de limpeza e desobstrução daquele troço, nomeadamente através dos rocheiros, mas ainda não é possível transitar. A alternativa é descer ou subir São Roque do Faial.

Vale a pena lembrar que todo este troço está devidamente sinalizado como zona a intervencionar de forma a garantir outra estabilidade das escarpas sobranceiras à estrada. No entanto, apesar de a obra já ter constado em diversos Orçamentos Regionais, a verdade é que ainda não foi iniciada.

Além do troço entre as Cruzinhas e o Lombo de Cima, também a zona compreendida entre o Cabouco e a Fajã do Cedro Gordo, já na parte alta de São Roque do Faial, aguarda obras prometidas, mas não iniciadas.

Ainda este ano decorreram estudos geológicos, mas o que parecia ser o início da obra, afinal não o foi uma vez que os equipamentos foram retirados passados algumas semanas. Tanto o troço entre o Cabouco e a Fajã do Cedro Gordo, como a ligação entre as Cruzinhas e o Lombo de Cima, oferecem perigos iminentes.

É frequente encontrarmos naquela estrada pedras de várias dimensões que se desprendem da escarpa. Apesar dos alertas da população que vive nestas localidades, as prometidas obras de consolidação das escarpas têm sido sucessivamente adiadas.

Note-se ainda que com a reabertura do turismo, esta ligação tem sido cada vez mais utilizada, nomeadamente nos percursos de autocarros, mas também de carrinhas de turismo e, sobretudo, dos jipes que mostram o interior da Madeira aos turistas.