Procissão do Corpo de Deus volta à baixa de Lisboa dois anos depois

A procissão do Dia de Corpo de Deus vai regressar às ruas da Baixa de Lisboa no dia 16 de junho, após dois anos de interregno devido à pandemia de covid-19, anunciou a organização.

As cerimónias, que terão início com uma missa na Sé Patriarcal, às 11:00, seguida de adoração ao Santíssimo Sacramento, culminarão com a procissão que, partindo do Largo da Sé às 17:00, percorrerá as ruas das Pedras Negras e da Madalena, o Poço do Borratem, Praça Martim Moniz, ruas da Palma e Dom Duarte, Praça da Figueira, ruas da Prata e da Conceição, Largo da Madalena, rua de Santo António da Sé e Largo da Sé.

O momento celebrativo terminará com a bênção solene, no Largo da Sé, pelo cardeal patriarca de Lisboa, Manuel Clemente.

A organização do Corpo de Deus em Lisboa sublinha que “a procissão, historicamente a mais importante e participada da capital, pelo seu percurso, número de presenças, testemunho autêntico e demonstrativo de fé”, assume-se, além da componente religiosa, como um “evento cultural e turístico” da cidade.

A Solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo, vulgarmente conhecida por Corpo de Deus, celebra-se, normalmente, 60 dias depois da Páscoa.

Em Lisboa, a procissão do Corpo de Deus costuma congregar milhares de crentes, oriundos de toda a diocese.