GNR continua buscas para encontrar polaco

A Guarda Nacional Republicana (GNR) vai continuar as buscas nas serras da Calheta, onde Michal Kozec desapareceu há oito dias.

Tal como avançou o JM na sua edição online, o irmão do homem desaparecido tem organizado várias equipas de buscas, que têm realizado diligências em vários locais com drones.

Também a GNR tem participado nas buscas. Ao JM, Marco Nunes, 2.º comandante, revelou que a Guarda tem “feito reconhecimento no terreno, principalmente em locais considerados de risco” e que não foram alvo de buscas.


“Até agora não há vestígios de qualquer coisa que envolva o desaparecimento do cidadão. As equipas de busca e salvamento em montanha vão continuar com este trabalho, desde que não interfira com as competências diárias que a GNR desenvolve na RAM”, informou o militar.

No local, a GNR tem disponibilizado vários equipamentos de buscas e meios, entre eles as equipas com binómios. À margem de todo este processo, a PSP e a PJ estão já a investigar a história trágica do desaparecimento do cidadão polaco, desde o dia em que aterrou no Aeroporto Internacional da Madeira.