MADEIRA Meteorologia

Ministério Público esqueceu-se de prova sobre o Hospital da Madeira

Edmar Fernandes

Subdiretor JM

Data de publicação
01 Fevereiro 2024
18:59

Dois dos três advogados dos arguidos da operação que provocou um tumulto político na Madeira foram convocados de “urgência” ao Campus da Justiça, onde decorria o interrogatório ao primeiro dos detidos.

Avança o jornal ECO que o juiz chamou os advogados porque o Ministério Público havia se esquecido de fazer chegar algumas das provas apreendidas para sustentar a acusação, nomeadamente as relacionadas com a construção do Hospital da Madeira, só se apercebendo agora, nove dias depois da detenção dos acusados.

Assim sendo, todos os advogados terão agora o direito de avaliar os novos elementos apresentados.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas