MADEIRA Meteorologia

JPP diz que subida das listas de espera “é a marca do falhanço das políticas de Albuquerque”

Data de publicação
17 Maio 2024
14:35

O candidato do JPP, Élvio Sousa, criticou hoje a gestão de Miguel Albuquerque em relação à “crise” das listas de espera na saúde.

A este respeito, o cabeça-de-lista alertou, durante uma iniciativa junto ao Hospital Dr. Nélio Mendonça, que as listas de espera para cirurgia, consulta e exame subiram 45% entre 2015 e 2023 e que estes são dados oficiais “arrancados” pelo partido por via judicial ao governo PSD/CDS.

“Essa é a marca do falhanço das políticas de saúde de Albuquerque. E vejamos que, recentemente, o diretor clínico do Hospital, Júlio Nóbrega, revelou que este ano estão 37 mil madeirenses em lista de espera para consulta, cerca de 12% da população. E o mais grave, nesta gestão demasiado política da Saúde, é que estes utentes não sabem a sua posição na lista de espera, nem tão pouco sabem quando verão a sua situação resolvida, arrastando-se o problema de saúde por anos, senão décadas”, afirmou.

Segundo Élvio Sousa, “este é o momento de dar uma nova esperança aos utentes do serviço regional de saúde, e garantir uma gestão mais eficiente, humana e com uma redução drástica dos tempos de espera para uma cirurgia, consulta ou exame”.

Para isso, o partido defende que é fundamental valorizar os profissionais (médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico e terapêutica, assistentes operacionais e demais trabalhadores) com a garantia de uma “remuneração digna”.

Em síntese, de acordo com o candidato, para concretizar tal objetivo é preciso investir “na dignificação e capacidade de resposta do setor público, mas sem medo de estabelecer uma articulação transparente e auditada com o privado quando o público não consegue resolver, em tempo útil, o tempo de espera que na Madeira levou oito anos a decretar”, rematou.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas