MADEIRA Meteorologia

Filipe Sousa diz que robustez financeira de Santa Cruz se deve ao executivo camarário e ao povo

Paula Abreu

Jornalista

Data de publicação
16 Junho 2024
12:26

No habitual ‘Ponto de ordem’ que o presidente da Câmara Municipal de Santa cruz publica aos domingos na sua página do Facebook, Filipe Sousa escreve sobre o aniversário do concelho, no próximo dia 25 de junho.

“A festa será novamente um momento que irá refletir a nossa dinâmica e apresentar o trabalho que temos vindo a realizar durante os últimos 11 anos. 11 anos de muitas lutas e conquistas, em que contámos, única e exclusivamente, com o povo deste concelho, que esteve sempre do nosso lado e que tem reforçado, ano após ano, a confiança na equipa que escolheu desde 2013”.

No texto, o autarca refere que destaca esta parceria com a população de Santa Cruz, para “também para acentuar que durante este tempo a oposição, embora eleita para defender os santacruzenses, ainda que em minoria, nada mais fez do que criar obstáculos, votar sistematicamente contra tudo e deitar mão a todos os recursos, na sua grande maioria ilegítimos e anónimos, para impedir o progresso do nosso concelho, numa estratégia que tem como única finalidade recuperarem o poder a todo o custo, esquecendo-se que foram depostos pela população em consequência da gestão e da herança danosa que aqui deixaram”.

Sustenta que “o caminho que trilhamos, nós e o povo, dotou Santa Cruz de robustez financeira, criou programas sociais antes inexistentes, lançou mão a um projeto de desenvolvimento que está em curso com investimentos no ambiente, na cultura, nos eventos, na recuperação urbana, na reabilitação da nossa rede viária e das redes de água e saneamento, ou seja na defesa de um concelho mais próspero, moderno e com contas saldadas”.

E não tem dúvidas: “Este é um caminho apenas nosso e do povo, sem a ajuda da oposição, e certamente sem a ajuda do Governo Regional que em vez de governar para todos, sempre usou o seu papel institucional para a guerra partidária que o PSD e os seus correligionários aqui montaram desde que perderam a Câmara em 2013”.

Filipe Sousa sublinha ainda que “tudo o que foi feito na última década a nós e ao povo se deve. A oposição em nada contribuiu para o sucesso do nosso trabalho. Pelo contrário, criaram todos os obstáculos, nada propuseram e votaram contra todas as propostas de investimento público e social.

Limitaram-se às queixas e queixinhas anónimas contra todos os nossos procedimentos, principalmente aqueles que visaram a melhorias da qualidade de vida do povo da nossa terra.

Por isso, em tempo de aniversário, apenas agradeço ao povo deste concelho toda a confiança depositada em nós e que reflete bem que o caminho que trilhámos desde 2013 foi o melhor para Santa Cruz”.

E atira: “a melhor resposta a essa oposição ridícula e sem ideias é o trabalho e também a maioria absoluta que o povo nos deu nas últimas eleições regionais, que pintaram todo o nosso concelho de verde. Santa Cruz tem hoje aquilo que nunca teve: solidez financeira, capacidade de endividamento, capacidade de investimento”, escreve ainda terminando com um agradecimento à população do concelho.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas