MADEIRA Meteorologia

Chega congratula-se com subida a plenário de proposta sobre o ‘ferry’, apesar da oposição do PS

Data de publicação
13 Junho 2024
10:24

O Chega congratulou-se, hoje, com a aprovação da sua proposta relativa à ligação marítima de passageiros e carga rodada entre o continente e a Madeira pela Comissão de Economia da Assembleia da República.

Numa nota enviada à redação, o partido aponta que tal proposta foi apresentada pelo parlamentar madeirense Francisco Gomes, que, por sua vez, recebeu ‘luz verde’ para ser discutido no plenário nacional.

O Chega ressalta que o referido diploma relativo ao ferry conquistou “o apoio de todos os partidos representados, com a exceção única do PS”.

“Aliás, o deputado Miguel Iglesias, em representação dos socialistas, argumentou que a ligação marítima é uma obrigação do governo regional e, por isso, não faz sentido o assunto ser discutido na Assembleia da República”, condenou o Chega na mesma nota, na qual afirma, contudo, acreditar que o projeto “tem grandes possibilidades de ser aprovado pelo parlamento”.

“Seguimos, para o plenário, com esperança e confiança de que o projeto será aprovado e de que os madeirenses verão finalmente resolvida uma questão importante para a vida da Região, que se arrasta há demasiado tempo”, declarou Francisco Gomes.

Ressalte-se que este projeto do ‘ferry’ apresentado pelo Chega defende o lançamento de um concurso internacional que assegure, pelo período mínimo de cinco anos, com renovações sucessivas, uma ligação marítima semanal de passageiros e carga rodada entre o continente e a Região. Prevê também que a ligação seja financiada pelo governo da República, ao abrigo das obrigações do Estado em matéria de coesão e continuidade territorial.

Quanto à postura do PS, o parlamentar considerou que tal oposição demonstra como o PS não respeita as necessidades legítimas da autonomia madeirense e fala a duas vozes na Madeira e na República. “São um partido hipócrita, que não tem seriedade, nem vê qualquer problema em mentir aos cidadãos madeirenses”, acusou, condenando que o PS defenda o ferry em vésperas de eleições, mas depois diga que “são os madeirenses que têm de o pagar”.

Mais acusou o PS de andar a reboque do Chega, dado que no mesmo dia em que a comissão da Economia da Assembleia da República aprovou esta iniciativa, o PS apressou-se a submeter no parlamento regional uma outra proposta, também referente ao ferry, mas que “nada serve os interesses da Madeira.”

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vai ganhar o Europeu?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas