MADEIRA Meteorologia

CDU denuncia crescente segregação social no Funchal

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
25 Agosto 2022
12:17

A Deputada Municipal da CDU, Herlanda Amado, afirmou, esta manhã, que "os processos de degradação, a falta de rigor e de exigência na preservação dos centros históricos por parte das entidades regionais, fazem com que poucos se sintam incluídos no Funchal "resort", construído por PSD e PS, onde apenas alguns usufruem da cidade em plenitude, enquanto outros são expulsos dos seus lugares de identidade, vivendo na cidade "gueto".

A deputada municipal falava numa iniciativa levada a cabo no Largo dos Varadouros, junto às portas do Funchal, onde denunciou a crescente segregação social imposta aos funchalenses.

"Tem sido anunciada a ilusão de oferta de empreendimentos habitacionais que fariam face à falta de habitação no Funchal, mas estes são apenas para quem tem dinheiro. Exemplos dos milhares de fogos que serão construídos onde a média de venda ultrapassa qualquer valor comportável para os trabalhadores desta terra. Meio milhão de euros para comprar uma casa para quem vive do seu rendimento, quando a maioria recebe o salário mínimo? Como é possível arrendar uma habitação quando os valores chegam aos 800 ou 1000 euros/mês?", qestionou.

Nas Portas da Cidade foi realizada uma instalação: 100 pares de sapatos, representando os milhares que foram sendo expulsos da cidade.

Carla Ribeiro

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com a mudança regular da hora duas vezes por ano?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas