MADEIRA Meteorologia

Artigo de Opinião

30/04/2024 08:00

Nunca, desde a ditadura, fomos governados por outra força política que não o PSD-Madeira. Incluo aqui o Governo de coligação do PSD com o CDS de 2019 e a Coligação “Madeira Primeiro”, que renovou a união entre PSD e CDS, com o apoio do PAN. Não irei alongar-me nos episódios protagonizados pelo Presidente do PSD-Madeira nas últimas semanas. Deixo apenas a nota que, mais uma vez, Miguel Albuquerque demonstra que para se manter no poder na nossa Região vale tudo, até mesmo abrir a porta a um partido do qual não se conhece uma única proposta para as Autonomias, como é o caso do CHEGA. Uma certeza temos: o voto no CDS, no PAN, na IL e no CHEGA são votos que perpetuarão o PSD-Madeira à frente dos destinos da nossa região, com os vícios que arrastaram-na para a cauda do país.

Os madeirenses e portossantenses merecem mais. Merecem melhor.É tempo de virar a página. Só o voto no PS-Madeira, no próximo dia 26 de Maio, é o garante para finalmente tornar a Madeira uma terra de oportunidades. O PS-Madeira apresenta-se a estas eleições regionais com uma equipa equilibrada, diversa e competente de candidatos, mas acima de tudo, com soluções concretas e tangíveis para os problemas reais dos madeirenses.Na Educação, creches gratuitas para todas as crianças serão uma realidade, bem como manuais escolares, transporte e alimentação gratuitos até ao 12º ano. No ensino superior, o fim das propinas para os estudantes madeirenses, bem como o apoio ao alojamento a todos os que estejam deslocados. Uma escola inclusiva, que não deixe ninguém para trás é central às nossas propostas. Porque o poder económico dos agregados familiares não pode nem deve condicionar o acesso à educação, uma das principais conquistas de Abril, para todos. Na Saúde, é imperativo a redução das listas de espera para consultas, exames complementares de diagnóstico e terapêutica e atos cirúrgicos. Mas, para tal, a transparência tem de ser uma realidade - não podemos ficar refém de números que podem não representar a realidade atual. E porque a acessibilidade à saúde é um direito consagrado na Constituição Portuguesa, não podemos deixar a saúde mental para trás, parte integral da condição individual - um programa regional de saúde mental integrado no plano regional de saúde é imperioso. A saúde vai muito mais além da doença, e no PS-Madeira apostamos numa verdadeira abordagem de “uma só saúde” e saúde em todas as políticas. Apenas uma sociedade saudável, é uma sociedade próspera e mais capaz de cuidar dos seus mais frágeis. Estes são apenas dois dos temas para os quais o PS-Madeira apresenta soluções concretas. Poderia falar de mais, mas o limite de caracteres já está à vista. A ambos, a valorização dos profissionais, o cerne da Educação e da Saúde, serão uma realidade, pois sem profissionais valorizados e motivados, nada é possível. Porque no PS-Madeira todos, a todo o momento, contam, não apenas na véspera de eleições. É hora de virar a página e deixar para trás as décadas cinzentas dos governos do PSD. É hora de dar um voto de confiança aos verdadeiros representantes do povo madeirense, liderados por Paulo Cafôfo. Dia 26 de maio, vamos efetivar Abril e realizar a mudança que falta na nossa região. Todos juntos, jovens e menos jovens, vamos eleger Paulo Cafôfo como nosso presidente e devolver a Madeira aos madeirenses!

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas