MADEIRA Meteorologia

Eleições: PCP acusa Montenegro de querer fugir ao debate televisivo com Paulo Raimundo

Data de publicação
07 Fevereiro 2024
18:50

O PCP acusou hoje o líder do PSD, Luís Montenegro, de querer “fugir ao debate” com Paulo Raimundo, agendado para este sábado na RTP-1, pretendendo enviar o presidente do CDS, Nuno Melo, em sua representação.

“Luís Montenegro quer fugir do debate com Paulo Raimundo sobre a situação do país, as soluções e respostas para os problemas nacionais”, acusa o PCP em comunicado, referindo-se ao frente-a-frente, agendado para este sábado na RTP-1, entre o secretário-geral do PCP e o presidente do PSD.

À Lusa, o PCP afirmou ter tido a indicação de que o PSD pretende que seja o presidente do CDS-PP, Nuno Melo, a participar no debate deste sábado entre a CDU e a Aliança Democrática (AD, coligação composta por PSD, CDS-PP e PPM), ao contrário de Luís Montenegro, como estava inicialmente previsto.

O Diário de Notícias noticiou esta tarde que o PSD pretende que Luís Montenegro seja substituído por Nuno Melo nos debates com a CDU e com o Livre (agendado para 17 de fevereiro).

No comunicado, o PCP considera que, “depois de acordado um modelo de debates entre as televisões e os partidos com representação parlamentar, o PSD e o seu presidente querem agora esconder-se e esconder o seu projeto atrás de pretextos”.

“Luís Montenegro sabe que o PCP não deixará esquecer o papel que assumiu enquanto presidente do grupo parlamentar do PSD no período do assalto da política da ‘troika’ a direitos salários e pensões, assim como sabe que foi o PCP, e a luta dos trabalhadores e do povo, o mais firme e determinado obstáculo e opositor a essa política”, referem os comunistas.

Para o PCP, “é este debate que Luís Montenegro recusa”.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O que se segue à demissão de Miguel Albuquerque?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas