MADEIRA Meteorologia

Japão anuncia reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 sobre Ucrânia

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
20 Junho 2023
8:36

O Governo japonês anunciou hoje a realização de uma reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 sobre a reconstrução da Ucrânia, aproveitando a presença destes no Reino Unido num fórum de investimentos para ajudar Kiev.

Yoshimasa Hayashi inicia hoje uma viagem de cinco dias a Londres e Paris, que vai centrar-se na participação do Japão na Conferência de Recuperação da Ucrânia, no Reino Unido, e num outro fórum, na capital francesa, centrado nas vias de financiamento para os países em desenvolvimento.

Os dirigentes e os ministros dos Negócios Estrangeiros de cerca de 60 países participam no fórum de Londres, juntamente com as autoridades ucranianas e dezenas de representantes de empresas, numa conferência que procura esquemas de financiamento público e privado para ajudar a reconstruir a Ucrânia.

Convocada no âmbito da atual presidência japonesa do G7, a reunião terá lugar depois de os líderes do bloco G7 (Japão, Reino Unido, França, Itália, Alemanha, Canadá e Estados Unidos) se terem reunido em maio na cidade japonesa de Hiroshima, numa cimeira em que o Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenski, participou como convidado.

Para além da ajuda à Ucrânia, Hayashi e os outros ministros dos Negócios Estrangeiros deverão também discutir as conclusões da recente visita do secretário de Estado norte-americano, Antony Blinken, à China, onde se reuniu com o Presidente chinês, Xi Jinping, em Pequim.

A reunião desta semana será a terceira reunião de ministros dos Negócios Estrangeiros do G7 realizada sob a presidência japonesa.

Na segunda-feira, o Japão e a Ucrânia assinaram um memorando de cooperação sobre a reconstrução da infraestrutura ucraniana afetada pela invasão russa, baseando-se na experiência dos especialistas japoneses após o terramoto e tsunami de 2011.

O ministro das Infraestruturas da Ucrânia, Oleksandr Kubrakov, recebeu do ministro da Reconstrução do Japão, Hiromichi Watanabe, recomendações de políticas e conhecimentos para uma reconstrução sustentável com base na experiência do terramoto que resultou no desastre da central nuclear de Fukushima Daichii.

"A guerra não dura para sempre, e precisamos (...) reconstruir toda a infraestrutura, casas e economia destruídas. O conhecimento do Japão é extremamente importante e único no mundo", declarou Kubrakov.

Por sua vez, Watanabe indicou que, "para a reconstrução, é essencial não apenas melhorar a infraestrutura, mas também fortalecer a resiliência e a capacidade de resposta às futuras emergências".

Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas