Jornadas Madeira 2021: “Vamos acabar com esta história de atacar só por atacar”, pede Nuno Batista

Nuno Batista, candidato da coligação PSD/CDS à Câmara Municipal do Porto Santo, apelou hoje a uma pacificação entre os candidatos à autarquia local, de modo a que colocar em primeiro lugar os interesses da população do Porto Santo.

“Penso que este é o caminho que temos de construir: acabar com a história de chamar e denegrir as famílias. Vamos acabar com esta história de atacar só por atacar. Vamo-nos unir”, pediu o candidato, apontando que a sua candidatura tem sido a mais atacada “de forma cobarde”.

“Lanço o desafio a todos os candidatos: patrocinem o fecho dessas páginas que não são senão inimigos constantes do Porto Santo. Não querem que amanhã o Porto Santo seja melhor e não é por aí que o Porto Santo tem de caminhar”, alertou.

Na sua intervenção, o candidato apontou que o município precisa de uma liderança forte e “de alguém que perceba e saiba que nos próximos quatro anos o que é que o Porto Santo precisa”, uma exigência que considera ter condições de assumir.

“Grandes desafios se aproximam e é preciso pessoas que conheçam a realidade das empresas e dos porto-santenses, a realidade daquele que durante algum tempo que durante algum tempo só tiveram a mão do Governo Regional e da Câmara Municipal para ajudar, onde outros sempre viraram as costas ao Porto Santo e em muitas situações excluíam a Região de apoios. O povo não se pode esquecer disso”, afirmou.

“Conseguir requalificar o parque de campismo e transformá-lo, a fonte da Areia, a Unidade de saúde local e outras ideias que se venham a fazer não são ideias de ninguém são necessidades da nossa população e o povo tem de decidir quem são as pessoas com maior capacidade para implementar os seus projetos”, acrescentou.