MADEIRA Meteorologia

Comemorar Portugal preservando a língua portuguesa pelo mundo fora

Iniciaram-se no passado dia 4 as comemorações do Dia de Portugal, de Camões e das comunidades portuguesas, conforme o JM noticiou.

Nas instalações do Consulado-geral de Portugal, em Joanesburgo, realizou-se uma “Manhã Recreativa” sob o tema “Através da Passagem do Tempo”, uma iniciativa cultural apoiada pelo Instituto Camões e implementada em parceria com a companhia Art Fusion, cuja diretora é Lisa Januário, artista de renome da comunidade portuguesa.

As celebrações tiveram início com o hastear da bandeira portuguesa e a entoação dos hinos nacionais da África do Sul e de Portugal, solenizada pela presença do Agrupamento de Escuteiros de São Jorge, seguindo-se um entusiástico programa de criatividade com a participação de 25 crianças que executaram em papel celofane e cartolina mosaicos de vitrais, com padrões e formas alusivas às bandeira nacional, Cruz de Cristo ou caravelas.

Ao longo da manhã os participantes puderam conviver ao som da atuação musical dos portugueses do Grupo Graça Teixeira Drums Academy, e visualizar a projeção de um vídeo produzido pela Art Fusion que reproduz a preparação dos esboços e execução de pinturas no Lar Rainha Santa Isabel e Centro de Dia Coração de Maria.

As boas-vindas foram dadas pela Cônsul-geral de Portugal em Joanesburgo, Graça da Fonseca, que começou por agradecer a participação do Lar Rainha Santa Isabel e Centro de Dia Coração de Maria, bem como aos familiares ali presentes, cuja crianças tomaram parte nesta atividade artística intergeracional e sentimento de pertença à cultura portuguesa e de valorização da comunidade.

Para além dos participantes terem mostrado à comunidade o seu talento artístico, é justo sublinhar o convívio são e agradável que se verificou entre gerações.

Palavra de agradecimento à Art Fusion, parceira do Consulado na concretização desta ação cultural, impulsionada por Graça da Fonseca, Cônsul-geral de Portugal, pessoa propensa à realização destes eventos.

Realizou-se na sexta-feira um jantar de gala presidido pelo Embaixador de Portugal na África do Sul, José da Costa Perfeita, onde foram atribuídas várias medalhas a diversas pessoas pelo trabalho realizado em prol da comunidade ou por se terem distinguindo na vida académica ou profissionalmente.

A organização promoveu um cortejo com 16 carros alegóricos produzindo uma versão de vários capítulos da nossa rica história, evocadores do perecimento há 500 anos do Épico Luis da Camões e da época e factos gloriosos de Portugal que se revestiram de muito interesse pelo legado ao mundo de um Portugal que embarcou nas caravelas e deu novos mundo ao mundo.

  • Comemorar Portugal preservando a língua portuguesa pelo mundo fora

O cortejo fez o percurso desde as instalações do Núcleo de Arte e Cultura até à União sendo aplaudido por diversos transeuntes ao longo das ruas que percorreu.

José Contente, presidente em exercício da União, agradeceu a presença de todos os presentes e de todos os que desde há três meses se envolveram de alma e coração para que esta efeméride fosse coroada de êxito.

A organização primou pelo tentar manter viva a memória desses feitos, o que contribui de uma forma decisiva para a coesão da comunidade e muito especialmente para os jovens luso descendentes.

Graça Fonseca, deu as boas-vindas a todos quantos se encontravam nas instalações da União Cultural, Recreativa, Desportiva Portuguesa, em Turffontein, Joanesburgo, e agradeceu à organização, nomeadamente a José Contente, Joaquim Melo e Joaquim Coimbra, e a outras organizações que colaboraram para levar a cabo este evento.

  • Comemorar Portugal preservando a língua portuguesa pelo mundo fora

Falou de Portugal, de toda esta cultura que nos anima, todo este sentido de pertencer a uma comunidade que é também uma comunidade linguística com muitos compatriotas espalhados pelo mundo fora e falantes da língua portuguesa.

Fez uma exortação a todos, em especial aos pais, para que ensinem e falem em casa com os seus filhos a língua portuguesa, fazendo menção da utilidade e importância da língua, frisando ser a quarta mais falada do mundo quer no mundo dos negócios, ciência e educação, uma língua com uma grande projeção internacional e falada por milhões de pessoas no hemisfério sul.

Fez uma evocação sobre os Lusíadas e vida do poeta Luís de Camões assinalando os quinhentos anos da sua morte.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vence o Campeonato Europeu de Futebol?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas