MADEIRA Meteorologia

Fontes e João Luís acertam arestas

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
24 Agosto 2022
12:08

O diferendo aberto por Rui Fontes sobre o controlo da SAD do Marítimo durou pouco mais de 24 horas. Pelo menos foi isso que ambos deram a entender após uma conversa a dois…

O presidente do clube e o homólogo da SAD reuniram-se na terça-feira e apesar de toda a polémica que veio a público no dia anterior, as diferenças entre ambos acabaram - até ver - por ser enterradas com um comunicado oficial em que foi garantida total sintonia entre as duas estruturas.

A reunião juntou apenas os líderes do clube e da SAD, apesar do desejo do presidente desta estrutura em poder contar com a participação de membros do conselho de administração da sociedade. Fontes quis falar apenas com o presidente e dar conta da sua insatisfação com o desempenho negativo da equipa de futebol neste arranque de campeonato.

Recorde-se que na passada segunda-feira, dia seguinte à derrota averbada pela equipa de futebol em Braga (5-0), o presidente, em declarações ao DN-Funchal desde o Porto Santo, onde se encontrava de férias, revelou sentir-se obrigado a assumir os destinos da SAD, por força da perda de confiança no trabalho que vem sendo desenvolvido pela liderança de João Luís, criticando a política de contratações.

Como não podia deixar de ser, o encontro que foi mantido pela manhã nos Barreiros abordou esta polémica, que chegou a aquecer os ânimos entre os dirigentes, mas ambos conseguiram manter o nível e o foco na questão mais urgente: criar condições para estabilizar a equipa de modo a inverter o mau arranque na I Liga: três derrotas em três jogos, com 12 golos sofridos e apenas dois anotados.

Consequência ou não da polémica que estalou na segunda-feira, o Marítimo deverá oficializar muito em breve a contratação de um novo reforço para o meio-campo: Joel Soñora.

A questão do controlo da SAD parece ter sido colocada em ‘banho-maria’, mas, ao que tudo indica, a intenção de Rui Fontes em assumir um maior protagonismo na gestão do futebol poderá vir a ter novos desenvolvimentos, sobretudo se a equipa não apresentar melhorias exibicionais e pontos na tabela.

Recorde-se, todavia, que este modelo foi uma das bandeiras do projeto de Rui Fontes para derrotar o anterior líder, Carlos Pereira.

Um projeto que tinha um modelo de gestão diferenciado entre SAD e clube, ao estilo germânico, mas que já havia sido colocado em causa pelo próprio Rui Fontes, durante uma entrevista que reuniu os outros dois irmãos presidentes, Paulo Fontes (CS Madeira) e António Fontes (CN Funchal), no âmbito do projeto conjunto que envolve o JM e o centro comercial La Vie - Funchal.

Os resultados é que farão toda a diferença e podem ser acompanhados aqui, na 22Bet.


Matheus Costa seguro até 2026


Matheus Costa renovou contrato com o Marítimo até 30 de junho de 2026, prolongando assim o vínculo contratual com os verde-rubros por mais dois anos.

O defesa central brasileiro, de 27 anos, chegou a receber propostas de outros clubes, mas acabou por aceitar uma extensão de contrato.

Na época passada, a primeira que disputou na I Liga, o central esteve em destaque no eixo defensivo do onze do Marítimo, tendo realizado 24 partidas oficiais e apontado cinco golos.

Na presente edição do campeonato, Matheus Costa mantém-se como primeira opção de Vasco Seabra, apesar do mau início protagonizado pela equipa.

Para além da sua boa prestação defensiva, o futebolista do Maritimo tem se evidenciado no setor da finalização, apontando vários golos em situações de bola oarada ofensiva.


Duas dúvidas para o duelo de sábado


Vítor Costa não participou no apronto que o plantel do Marítimo cumpriu durante a tarde de terca-feira em Santo António, pelo que está em dúvida para a receção ao Portimonense, agendada para este sábado, nos Barreiros

O lateral-esquerdo, recorde-se, saiu ao intervalo do jogo contra o Braga, do passado domingo, com queixas físicas. Ele que já havia falhado o arranque do campeonato devido a problemas físicos, acaba por ser mais uma dor de cabeça para o técnico Vasco Seabra.

Nota ainda para Miguel Sousa, que acabou o treino mais cedo, na sequência de um toque, e ainda para o início do treino específico de Rafael Brito, que assim dá mostras de estar mais perto da lesão que o afastou dos trabalhos ainda durante a pré-temporada.


Novo reforço para o meio-campo


Joel Soñora, médio argentino de 25 anos, vai ser reforço do Marítimo. O jogador, que também possui nacionalidade americana, chega desde o Veléz Sarsfield, emblema que representava por empréstimo do Banfield.

Segundo a imprensa argentina, o médio centro/ofensivo vai rubricar um contrato válido até 2025 com os verde-rubros, dependente do resultado dos exames médicos e testes físicos que deverão ser realizados nos próximos dias.

Ainda de acordo com os relatos vindos da Argentina, o médio rescindiu contrato com o clube ao qual estava cedido até ao final deste ano, tendo o Banfield, que detém o seu passe, aceitado a mudança para o Marítimo a troco de 150 mil dólares (praticamente o mesmo em euros, segundo o câmbio de ontem), além de assegurar 10% numa futura transferência.

Esta temporada, o médio fez 27 jogos pelo Veléz, da I liga argentina, tendo anotado um golo e assinado três assistências.

A vinda para o Marítimo representará a segunda experiência no futebol europeu. Nas épocas de 2015/16 e 2016/17, o médio atuou pelo Estugarda, tendo jogado apenas na equipa B deste clube alemão. Não foi feliz, portanto, a experiência inicial do futebolista no continente europeu, pelo que procura agora o sucesso numa fase da carreira em que apresenta outra maturidade que pode ser vital para consolidar de forma mais célere e eficaz a sua adaptação a outro futebol.

O médio, que fez parte da formação no Boca Juniors, regressou à Argentina em 2018, cedido por empréstimo ao Talleres.

Seguiram-se passagens pelo Arsenal de Sarandi e Banfield, também do principal escalão de futebol do 'País das Pampas'.

Agora, no Marítimo, tem a missão de elevar a qualidade do futebol maritimista, com a pressão extra de não dispor de tempo para adaptações face ao mau início de temporada que a equipa vem realizando como atestam os três desaires e 12 golos acumulados até ao presente.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas