MADEIRA Meteorologia

‘Querido Diário, mal posso esperar por crescer!’ na Fundação Cecilia Zino

Data de publicação
24 Junho 2024
12:12

‘Querido Diário, mal posso esperar por crescer!’, exposição da autoria de Carolina Rodrigues, será inaugurada na próxima sexta-feira, dia 28 de junho, pelas 18h00. Trata-se de uma instalação de vídeo, som e performance que procura explorar a ideia de identidade adolescente, sendo a segunda mostra do ciclo da iniciativa ‘Jovens Talentos FCZ – Artes Visuais’.

Esta proposta pretende criar programação cultural de portas abertas no Centro de Desenvolvimento Humano da Fundação Cecilia Zino, sediado no centro da cidade do Funchal, na Rua do Bettencourt, nº 10, 4º andar, assim como contribuir para o combate à desigualdade social, através da promoção da acessibilidade à fruição cultural.

Esta iniciativa, que tem como parceiro a Câmara Municipal do Funchal, premiou quatro jovens artistas madeirenses com uma bolsa para a criação de materiais artísticos que serão expostos até ao final do ano na sala multiusos da Fundação Cecilia Zino.

“Carolina Rodrigues questiona: ‘Será que somos as coisas que gostamos? Qual a psique de uma rapariga adolescente? Onde é feita a transição de menina para mulher? O que significa crescer?”, lê-se, através de um comunicado enviado à redação.

‘Querido Diário, mal posso esperar por crescer!’ é uma instalação de vídeo, som e performance que procura explorar a ideia de identidade adolescente, no panorama espacial e pessoal do quarto; e o seu papel de transformação e delineamento na identidade adulta.

“Um pouco em antítese ao próprio título, a instalação desdobra o conceito de juventude e combina-o com o de envelhecimento num panorama de diferentes ambientes socias e culturais, mas realçando a nossa regionalidade. Pretende dar destaque a ambientes de cultura feminina e rituais de fabricação dessa imagem da mulher que ainda é socialmente permitida, na sua nova idade e inocência, estar desconectada do conceito de mãe. Simultaneamente, recriando um espaço de secretismo, delírio, rebeldia e excitação característico da cultura adolescente feminina, que é historicamente repudiado e desvalorizado como igualmente intelectual e existencialista”, reforça a mesma nota.

A propósito desta temática, a artista Carolina Rodrigues irá dinamizar uma oficina criativa de criação poética que se insira nos temas abordados no projeto, numa data a divulgar em breve.

A oficina será estruturada por exercícios, como a construção de versos, livres ou com rima, tendo como referência objetos da juventude de cada um, repensando a sua utilidade, função e posicionamento na identidade uns dos outros.

A exposição estará aberta ao público de 28 de junho até ao dia 15 de agosto, de segunda a sexta-feira das 10 às 17, e a entrada é gratuita. Aos portadores do Passaporte Cecilia Zino serão atribuídos 2 carimbos, no dia da inauguração.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas