MADEIRA Meteorologia

DGArtes: Apenas dois projetos artísticos da Madeira propostos para apoio na área da Criação

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
31 Julho 2023
18:10

A Direção-Geral das Artes (DGArtes) propõe atribuir financiamento a 210 candidaturas no Programa de Apoio a Projetos, na área da Criação, ou seja, um quarto dos 833 projetos que se candidataram, segundo os resultados provisórios divulgados esta segunda-feira.

Conforme referiu a DGArtes em comunicado, o financiamento estende-se a todas as regiões, prevendo-se o apoio a 76 projetos na Área Metropolitana de Lisboa, 65 no Norte, 49 no Centro, oito no Algarve, sete no Alentejo, três na Região Autónoma dos Açores e dois na Região Autónoma da Madeira. As candidaturas regionais propostas para apoios são ‘Livrai-nos da Guerra’ da associação Refrão Protagonista e ‘Festival da Luz - Colors in the Dark’ da associação Move.

A mesma fonte explica que 210 projetos artísticos são propostos para apoio, com um montante global de 5,25 milhões de euros e que cada um receberá um financiamento individual até 55.000 euros.

No entanto, a DGArtes reconhece também que houve um "aumento significativo do número de candidaturas neste concurso", totalizando 833, o que significa que ficam de fora 623 candidaturas.

Dos 5,25 milhões de euros disponíveis, quatro milhões de euros destinam-se ao apoio a 160 projetos de artes performativas, nomeadamente na música (48), no teatro (43), na dança (14), na ópera (5) e nas artes circenses (4).

Na área de cruzamento disciplinar serão apoiados 44 projetos e nas artes de rua dois projetos.

Os restantes 1,25 milhões de euros destinam-se a 50 projetos nas áreas visuais, dos quais 35 de artes plásticas, cinco de novos media, cinco de fotografia, três de arquitetura e dois de design.

Os concursos de apoios a projetos - que contemplam programação, internacionalização, criação e procedimento simplificado - abriram a 29 de dezembro de 2022 e encerraram em fevereiro passado, com uma dotação total de 9,2 milhões de euros.

Na sexta-feira, a Plateia - Associação de Profissionais das Artes Cénicas criticou os atrasos da DGArtes em divulgar os resultados, considerando-os "incomportáveis" e que põem em causa a execução de projetos.

"Os atrasos na abertura e na divulgação de resultados dos concursos de Apoio às Artes pela DGArtes tornaram-se um problema crónico, que coloca em causa a execução dos projetos e suas atividades, defrauda expectativas dos candidatos e ameaça postos de trabalho", referiu a associação em comunicado.

O prazo para apresentação de candidaturas terminou em 03 de fevereiro, estando os resultados a ser divulgados quando já se entrou no período de execução dos projetos, que é de 01 de junho de 2023 a 30 de novembro de 2024.

Na área do Procedimento Simplificado os resultados apontam para um apoio a 124 projetos artísticos, deixando de fora 240 candidaturas elegíveis, por se ter esgotado o montante global de 600 mil euros.

Na área da Programação, com 2,5 milhões de euros, foram propostas para apoio 92 candidaturas de um total de 383 consideradas válidas, o que representa um quarto dos concorrentes.

Em maio, a DGArtes divulgou os resultados na área da Internacionalização, que tinha 900 mil euros de dotação e abrangeu 80 candidaturas, menos de metade de um total de 176.

Redação/Lusa

OPINIÃO EM DESTAQUE
Coordenadora do Centro de Estudos de Bioética – Pólo Madeira
15/02/2024 08:00

A integridade é uma qualidade humana que transcende a mera conduta ética; é um compromisso profundo com a verdade, a coerência e a honestidade consigo...

Ver todos os artigos

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O que se segue à demissão de Miguel Albuquerque?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas