Vereadores da Confiança alertam para falta de limpeza em terrenos e caminhos

Iolanda Chaves

Os vereadores da Confiança, na Câmara Municipal do Funchal (CMF), em contacto de proximidade, na sequência de audiências com munícipes, denunciam, em comunicado, falta de limpeza em terrenos e de caminhos na freguesia de São Roque.

Os vereadores da Confiança, na Câmara Municipal do Funchal (CMF), estiveram este sábado em contacto com as populações de São Martinho e São Roque, com o objetivo de verificarem no terreno "questões relacionadas com condições precárias de habitação e com insegurança e insalubridade no espaço público"

De acordo com uma nota de imprensa, Miguel Silva Gouveia e Cláudia Dias Ferreira visitaram o sítio do Poço Barral, onde puderam avaliar a situação de alojamento de uma munícipe.

Em São Roque, adianta a mesma fonte, "escutaram as preocupações dos moradores com o aumento da pequena criminalidade e toxicodependência na zona, assim como a necessidade de uma maior atenção com a limpeza dos caminhos e veredas que apresentam um descuido, com despejos de lixo a céu aberto e evidente negligência na limpeza do espaço público".

Sobre a limpeza de terrenos, Miguel Silva Gouveia, que foi o anterior presidente da autarquia, lembra que "a Câmara Municipal do Funchal transfere para a Junta de São Roque mais de 144 mil euros anuais para várias actividades, entre as quais manter limpos estes caminhos”. No local, e na sequência de reclamações da população, o vereador diz que “claramente se constata que a junta de freguesia não está a cumprir com as suas obrigações” e questiona como é que está a ser aplicado o dinheiro.

A vereadora Cláudia Dias Ferreira, por seu turno, alerta para "a existência de muitos terrenos por limpar, cujo material combustível em caso de incêndio colocará em risco os residentes nas casas da vizinhança".

“Chamámos a atenção para este problema e apresentámos uma proposta para a autarquia apoiar aos privados com dificuldades económicas na limpeza das suas propriedades que foi chumbada pela maioria PSD/CDS. Infelizmente, no terreno, comprovámos que o actual executivo continua sem soluções e o tempo quente já se faz sentir.”, adianta a vereadora da oposião na CMF.