MADEIRA Meteorologia

Trânsito na Monumental eleva os nervos e a impaciência

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
28 Julho 2021
5:00

A cada dia que passa, os automobilistas revelam-se cada vez mais impacientes com as obras que estão ?a decorrer na Estrada Monumental.Obras

Há alguns dias que se adensam as queixas sobre o trânsito apontado como “caótico” na Estrada Monumental. Ao JM, chegam, diariamente, reclamações por parte de muitos residentes na zona, mas não só.

Quem por ali passa, sobretudo em hora de ponta, queixa-se de ter de aguentar mais que uma hora, para conseguir chegar do Forum Madeira até o centro da capital madeirense. Isto aos dias de semana. Mas, aos fins de semana, apesar de o período de circulação ser mais curto, há quem diga que leva mais de meia hora para percorrer alguns metros, ou seja, entre o Forum e o Lido. “Num sábado [o último], assistimos a filas gigantescas. O trânsito não atava, nem desatava”, desabafou, ontem, uma condutora residente na zona e que até sugeriu a quem tenha de se deslocar para aquela área, que vá de mota ou a pé.

Ainda na última sexta-feira, 22 de julho, esta situação foi também focada nas Jornadas Madeira 2021, evento do JM e da 88.8 FM, iniciativa que decorreu na reitoria da UMa. Nas Jornadas dedicadas ao Funchal, Paula Menezes, vereadora social-democrata, confrontou o presidente da Câmara Municipal do Funchal com o trânsito naquela zona turística da cidade, que está um caos e que se deve, no seu entender, às alterações feitas ao projeto de ciclovia que havia para aquela zona.

Nesse dia, o autarca Miguel Silva Gouveia, em resposta à vereadora do PSD, lembrou Paula Menezes que decorrem ali duas obras: a Monumental Acessível e outra relacionada com a substituição da rede de águas. Adiantou que estava previsto, para o decorrer desta semana que decorre, a conclusão de pelo menos um investimento, o que permitiria uma circulação sem trânsito. Refira-se que a primeira fase da Monumental Acessível, que visa melhorar as condições estruturais e de acessibilidade naquela artéria, começou a sete de dezembro do último ano. A 26 de maio, a Autarquia informou, em comunicado, que na sequência da empreitada de controlo e monitorização das redes de água associadas ao sistema de telegestão no Funchal (2º fase), iria ter início, no dia seguinte, a 2ª fase de intervenção.

Carla Ribeiro

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas