MADEIRA Meteorologia

“Plantar por plantar nunca foi o objetivo do PAN Madeira”

Data de publicação
27 Abril 2024
11:48

O PAN Madeira fez, hoje, um balanço do compromisso de plantar uma espécie nativa por cada voto obtido nas legislativas de setembro último, tendo-se mostrado satisfeito com os resultados obtidos.

Conforme afirmou o partido numa nota enviada à redação, quando assumiu este objetivo, sabia que o mesmo implicaria um “processo de acompanhamento e manutenção que as mesmas [plantas] exigem nos primeiros meses e anos de vida”, até porque “o ato de reflorestar é um ato de cuidar”

“O PAN faz, trabalha e cumpre, o PAN não tem medo de sair de um gabinete e prova que, afinal, os partidos pequenos até conseguem plantar 650 plantas numa tarde”, começou por declarar.

Segundo avançou, foi agora findada a primeira campanha de reflorestação face à entrada da estação mais seca e mais quente.

“As restantes plantações retomarão a partir da próxima estação das chuvas, garantindo, lá está, que as mesmas têm as melhores chances de sobrevivência. Plantar por plantar nunca foi o objetivo do PAN”, vincou a mesma nota, que, no entanto, frisa que a reconversão do coberto vegetal autóctone nas serras “altamente impactadas por décadas de gado e de infestantes é uma prioridade”.

“É com imensa satisfação que, volvidos sensivelmente cinco meses após as primeiras plantações, verificamos que a taxa de sucesso ronda os 80% com novas brotações e inclusive florações a caminho em algumas plantas. O Partido teve alguns problemas com vacas que destruíram algumas plantas, tendo o problema sido solucionado de seguida e repostos os danos ocorridos. Seguramos o solo, captamos e armazenamos carbono, capturamos água e permitimos a sua infiltração, alimentamos a fauna e garantimos a expansão da flora num equilíbrio que o Partido sempre defendeu”, acrescentou ainda.

O PAN Madeira mais agradeceu a disponibilização das plantas por parte do IFCN, bem como a todos os voluntários que se juntaram ao partido.

“O nosso Programa Eleitoral tem a preservação da natureza e da biodiversidade em grande conta, contribuindo para uma grande percentagem do trabalho, da pesquisa, dos contatos e dos esforços que fazemos traduzidos em medidas úteis e longe de politiquices populistas”, findou.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Considera que o novo governo vai cumprir o mandato?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas