MADEIRA Meteorologia

PCP defende que é urgente que Estado assuma financiamento de 50% da obra do novo hospital

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
19 Maio 2022
12:50

O PCP esteve hoje junto ao estaleiro da obra do Novo Hospital Central da Madeira para defender a Urgência em assegurar o financiamento de 50% por parte do Estado do valor da obra e equipamento do futuro Hospital Central da Madeira sem qualquer tipo de restrições.

"É do interesse público precisar o montante do financiamento do Estado ao Hospital Central e Universitário da Madeira e clarificar com rigor o montante do financiamento e corrigir as resoluções do Conselho de Ministros, eliminando a intenção de deduzir aos 50%, o valor da avaliação global dos hospitais Dr. Nélio Mendonça e dos Marmeleiros", referiu Ricardo Lume.

Para dar resposta a esta necessidade. o PCP em sede de discussão na especialidade do orçamento de estado para 2022 "entregou uma proposta de alteração que define que o Governo assegura o apoio financeiro em 50% do valor da obra e equipamento do futuro Hospital Central da Madeira, onde se inclui o apoio à construção, fiscalização da empreitada e aquisição de equipamento médico e hospitalar, de acordo com a programação financeira e a candidatura aprovada a projeto de interesse comum, em cooperação com os órgãos de governo próprio da Região Autónoma da Madeira".

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas