MADEIRA Meteorologia

Mulheres Socialistas condenam crime mortal de violência doméstica na Calheta

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
18 Julho 2021
19:50

As Mulheres Socialistas da Madeira lamentam profundamente a morte de uma mulher, ocorrida hoje, no concelho da Calheta, alegadamente em contexto de violência doméstica.

"Solidarizamo-nos uma vez mais com todas as vítimas de violência doméstica e em especial com esta situação ocorrida no dia de hoje", apontam.

As Mulheres Socialistas referem que, com a pandemia, tornou-se ainda mais difícil às vítimas de violência denunciarem a situação, o que deve impelir a que as pessoas estejam ainda mais atentas e que informem as autoridades sempre que tenham conhecimentos de alguma situação de violência doméstica, uma vez que se trata de um crime público.

"Criou-se na sociedade uma falsa sensação de que os números de casos têm vindo a diminuir na RAM", mas "a diminuição do número de queixas não significa que tenham diminuído os crimes", alertam as socialistas.

O Departamento das Mulheres Socialistas envia sinceros sentimentos aos familiares e entes queridos da vítima e condena veementemente mais esta situação de morte causada no seio da família. Por isso, deixa o alerta: "O silêncio não é de ouro".

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O que se segue à demissão de Miguel Albuquerque?

Enviar Resultados
RJM PODCASTS

Mais Lidas

Últimas