MADEIRA Meteorologia

Meta de IRC a 10% enfatizada por Miguel Albuquerque

Data de publicação
17 Abril 2024
12:13

O governante visitou a empresa “Vasconcelos e Abreu”, que opera no setor da hotelaria e restauração, e tem um volume de negócios fixado em cerca de 3 ME.

“Quem está na política tem de compreender o que se passa com os agentes económicos, começou por realçar Miguel Albuquerque, dizendo que o “efeito multiplicador do crescimento económico se tem repercutido em todas as empresas”, incluindo a “Vasconcelos e Abreu”, empresa que visitou esta manhã e que opera no mercado regional há mais de três décadas.

“É uma empresa que atua num mercado onde as subidas têm subido exponencialmente. O mercado turístico, o ano passado, tivemos dez milhões e novecentas mil dormidas”, enfatizou, lembrando que a tendência é para subir.

“É capaz de ultrapassar os onze milhões de euros este ano se as perspetivas se mantiverem”, elaborou.

Sobre a “Vasconcelos e Abreu”, que atua neste mercado turístico, destacou o volume de negócios considerável que este ano, nesta empresa, “poderá atingir quase 4 milhões este ano”.

No mais, afirmou que querem reduzir mais o IRC. “A nossa ideia era ter o IRC, aqui na Madeira, a 10%”, expondo ser um chamariz numa região ultraperiférica.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

O presidente do Marítimo tem condições para continuar no cargo após agredir um adepto?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas