MADEIRA Meteorologia

JSD atenta às questões do IRS

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
27 Abril 2023
9:33

A Juventude Social Democrata da Ribeira Brava, através da estrutura local da freguesia da Ribeira Brava, realizou no final da tarde de segunda-feira um workshop dedicado ao imposto sobre o rendimento das pessoas singulares (IRS), nomeadamente quanto ao funcionamento, anexos e as isenções específicas atualmente previstas com destaque para o IRS Jovem.

Os jovens social-democratas referem que. num momento em que as famílias estão a entregar as suas declarações, consideraram "relevante, num primeiro momento, trazer à discussão o processamento de toda a questão tributária e a partir dessa premissa discutir caminhos alternativos sobre a tributação em Portugal", lembrando ainda que se encontra na Assembleia Legislativa da Madeira uma proposta apresentada pela JSD/Madeira, que pretende alargar a idade dos beneficiários do IRS jovem.

"Atendendo às alterações decorrentes da dinâmica do mercado de trabalho e, em virtude da subida generalizada do custo de vida, entendemos que é necessária uma outra flexibilidade fiscal para que os mais jovens possuam um maior rendimento líquido no fim do mês", apontam os jovens social-democratas. "

Alargar a idade máxima dos 26 para os 30 anos no caso daqueles que iniciam a carreira com o grau de licenciatura ou mestrado e dos 30 para os 35 anos para aqueles que possuem doutoramento é, no entender da JSD, "um justo reconhecimento da formação e valorização dos percursos académicos".

No entender dos jovens laranja estas são "políticas efetivas que podem mudar a vida dos jovens e, por conseguinte, podem suster alguma da fuga de cérebros atualmente existente em Portugal".

Os jovens social-democratas abordaram ainda o facto de "6 em cada 7 famílias madeirenses" pagarem um diferencial fiscal de 30% face ao continente, permitindo uma poupança fiscal efetiva nos bolsos das famílias madeirenses".

Todavia, consideram ainda fundamental "um continuo trabalho de revisão das matérias das finanças regionais por forma a podermos adequar o nível de tributação às necessidades especificas de territórios insulares como o nosso.

No decurso da atividade foram ainda abordados a evolução da tecnologia no que concerne às declarações de rendimentos, situação considerada vital para a melhoria do funcionamento para a administração tributária e das funcionalidades ao serviço do cidadão.

"Uma das notas a retirar dos trabalhos prende-se com a necessidade de continuar o processo de modernização da administração pública, por forma a desburocratizar processos e simplificar a vida dos cidadãos, como é exemplo a informatização dos serviços de finanças", concluíram os social-democratas.

Redação

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas